Boa! Macapá Hotel vai ser Centro Cultural valorizando mais ainda a orla de Macapá

Para cumprir mais uma etapa de elaboração do projeto que pretende transformar o Macapá Hotel em Centro Cultural se encontram em Macapá, a convite do governador Camilo Capiberibe, o famoso teatrólogo Amir Addad e a renomada arquiteta e paisagística Rosa Kliass. Durante o sábado, 13, os dois cumpriram extensa agenda de trabalho que incluiu uma visita técnica ao hotel e reuniões com artistas locais.

Pela manhã, Amir e Rosa estiveram nas instalações do hotel, onde puderam avaliar de perto toda a estrutura física do espaço, buscando visualizar mais claramente todas as modificações que serão feitas para a instalação do centro.

Segundo Rosa Kliass, o projeto cultural e paisagístico do centro, encomendado pelo governador Camilo Capiberibe, englobará os diversos pontos turísticos localizados na frente da cidade, incluindo a Fortaleza de São José de Macapá, Casa do Artesão, Casa do Índio, Trapiche Eliezer Levy, entre outros.

À noite, Amir Addad acompanhado por técnicos da Agência de Desenvolvimento do Amapá (Adap), reuniu-se com artistas locais, na sede da União dos Negros do Amapá (UNA),  quando levantou elementos, junto à classe artística, que vão contribuir para a elaboração conceitual e formatação do projeto. “Eu me sinto na obrigação de estar aqui hoje, repassando as informações e conversando abertamente com cada um desses artistas”, argumentou.

O projeto vem sendo elaborado pela Adap, Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e Conselho Estadual de Cultura. Segundo a historiadora e pedagoga da Adap, Núbia Nunes, a proposta é que ainda este ano o projeto seja implantado no Amapá, com a inauguração do centro e toda a revitalização paisagística do espaço.

“A criação deste centro é, hoje, um dos maiores anseios do governador Camilo Capiberibe, que pretende inaugurar o espaço o mais rápido possível. A nossa intenção é que até dezembro, o Centro Cultural seja inaugurado”, disse.

Sobre Rosa Kliass e Amir Addad

Rosa Grena Kliass é arquiteta paisagista, considerada uma das mais importantes na história do paisagismo brasileiro moderno e contemporâneo. Entre suas mais importantes obras estão a Reurbanização do Vale do Anhangabaú e o Parque da Juventude, em São Paulo; o Parque do Abaeté e o Parque de Esculturas do MAM-Bahia, em Salvador; o Parque Mangal das Garças e o Projeto Feliz Luzitânia, em Belém; e o Parque do Forte – Complexo Fortaleza de São José, em Macapá.

Amir Haddad é ator, diretor de teatro e teatrólogo brasileiro. Com José Celso Martinez Corrêa, Renato Borghi e outros criou, em 1958, o Teatro Oficina – ainda em atividade com o nome de Uzyna Uzona. Nesse grupo, Amir dirigiu Candida, de George Bernard Shaw; atuou em A Ponte, de Carlos Queiróz Telles, e em Vento Forte para Papagaio Subir, de José Celso Martinez Corrêa (1958). Em 1959, dirigiu A Incubadeira e ganhou prêmio de melhor direção.

Em 1965, mudou-se para o Rio de Janeiro para assumir a direção do Teatro da Universidade Católica do Rio. Fundou, em 1980, os grupos “A Comunidade” (vencedor do Prêmio Molière pelo espetáculo A Construção) e o “Tá na Rua”.

Amir não deixou de realizar projetos mais convencionais como O Mercador de Veneza, de Shakespeare (com Maria Padilha e Pedro Paulo Rangel) e os shows de Ney Matogrosso e Beto Guedes. Em 99, dirigiu um dos grandes sucessos teatrais já apresentados no Estado do Amapá “O Alto de Natal”. (SECOM)

  • “Boa! Macapá Hotel vai ser Centro Cultural valorizando mais ainda a orla de Macapá”

    Achei essa notícia que hoje, acho que foi por água abaixo esse projeto.
    =-/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *