Bar do Abreu ganha jornal impresso

O Bar do Abreu, mas tradicional ponto de encontro da boemia amapaense, ganha seu primeiro jornal impresso. O lançamento da publicação será nesta sexta-feira (16), a partir das 19h, na sede do bar, que fica na Galeria Comercial da avenida FAB.

O jornal traz, inicialmente, oito páginas, todas coloridas. De acordo com o empresário José Ronaldo Reis de Abreu, proprietário do estabelecimento, é mais um mecanismo para reforçar a afinidade com os meios de comunicação. “O bar sempre teve uma excelente relação com a imprensa. Agora, fomos além e lançamos o nosso próprio jornal”, assinala Abreu.

Colaboraram com a edição de estreia nomes consagrados do jornalismo amapaense: Fernando Canto, Renivaldo Costa, Édi Prado, Jara Dias, Joel Elias, Antônio Luiz e Emanoel Reis, assinando textos, Tica Lemos na coluna social, além das fotografias de J.Silva (Ceará) e Antônio Sena (Paparazzo) e ilustrações de Wagner Ribeiro.

A editoria ficou sob responsabilidade do jornalista Gabriel Penha. “É uma publicação sem monstros sagrados. O interessante é que não houve reunião de pauta, mas a coisa fluiu muito bem. Foi um procedimento profilático, para não contaminar a ideia que era fazer um jornal histórico do bar. Isso sem falar do fato inexorável de que somos jornalistas que frequentamos o balcão do Abreu”, diz.

O tema central é a festa dos 27 anos de Bar do Abreu, contando a trajetória e a história cultural, além da tradição na transmissão de jogos pela TV; também já virou tema de CD do cantor Osmar Jr. e livro de “causos” do jornalista Emanoel Reis. José Ronaldo avisa que a publicação não se limitará a esta primeira. “A intenção é publicar uma a cada evento do bar, a exemplo do aniversário, Réveillon, Encontro dos Blocos e a Carroça do Abreu”, adianta o empresário.

  • Sacanagem! Mais um jornaleco. Vai ver que foi criado para influenciar as eleições do ano que vem, pois é o que acontece para desequilibrar o pleito eleitoral. Infelizmente, a maioria da população é analfabeto político, sequer sabem diferenciar um cavalo de uma zebra.

  • Meu nobre José Luis, o tal jornaleco a que vc se refere não tem o objetivo de influenciar A ou B nas eleições, muito menos desequilibrar o pleito, o mal por si só já se destrói, meu caro. Fizemos o Jornal do Bar do Abreu simplesmente para deixar em registro os 27 anos de existência do bar. Tenho certeza que vc não conhece o bar e nem ninguém que por lá passa horas maravilhosas e felizes, sem amargor no coração e desesperançado com a política. Mesmo depois de muitas geladas, nós, gente que vive de bem com a vida, conseguimos diferenciar um cavalo de uma zebra,sim senhor, as coisas só se complicam quando aparece um jumento. Aí fica difícil saber quem é quem. Vem ser feliz, passa no Abreu, relaxa.

  • A Tica está viajando,quem paga essa cachaça toda é o João Pororoca e o dono do bar adora.Por longos anos isso vem acontecento,esse negócio de bar democratico é papo furado.Aí pagou levou,os interesses são além da boemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *