Ato de familiares cobra sedativos e remédios para pacientes com Covid-19, em Macapá

Por Caio Coutinho, G1 AP — Macapá

Familiares e amigos de internados em decorrência da Covid-19 protestaram na tarde desta segunda-feira (18) em frente ao Centro de Atendimento Intensivo 1, dentro do Hospital Alberto Lima (Hcal), em Macapá.

O grupo reclama da falta de medicamentos e sedativos aos pacientes do local, referência no estado para os cuidados da doença.

Eles relataram a falta de remédios como bloqueadores musculares e sedativos, que ajudam a induzir o coma no paciente que recebe o respirador emergencialmente sem que haja danos internos.

Os manifestantes também cobram morfina, utilizada para cessar a dor. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mas não houve resposta até a última atualização desta reportagem.

Leia matéria completa aqui 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *