Apenas, parem!

Todo mundo estarrecido com a ridícula intenção de mudar o nome da Embaixada de Samba Cidade de Macapá.

E ainda querem levar a embaixada pra o município de Mazagão, onde o prefeito é da família Borges, grupo político que nos últimos anos tem comandado a Agremiação carnavalesca.

Comunidade do samba. família de fundadores e brincantes antigos da escola, devem se mobilizar e não permitir tamanho ultraje.

A Embaixada não tem dono e nem é de grupo político.

E tem história. É uma escola antiga, fundada pelo artista plástico e carnavalesco R. Peixe e outros bambas. Foi a Embaixada que revolucionou na década de 70 as alegorias e fantasias do carnaval do Amapá, e fez história com enredos críticos e desfiles luxuosos para a época.

Respeitem!

  • Eu saia todos os anos na Embaixada, mas depois que esse grupo político tomou conta da escola nunca mais deu vontade de desfilar. A mudança para mazagão e a mudança de nome da escola é um crime contra a cultura do Amapá e as tradições do nosso carnaval. Espero que as pessoas que fundaram a embaixada não permitam essa atrocidade.

  • É inadmissível q os políticos mudem a bel prazer o nome de nossas entidades e nossos monumentos. Já mudaram o nome do Teatro das Bacabeiras. Já mudaram o nome do aeroporto (faz tempo). Não podemos aceitar isso. Já que querem homenagear os membros de suas famílias têm é que investir naquilo que será útil à sociedade como a construção de praças, escolas, hospitais, ora bolas….Senhores, parem de pensar que são donos de tudo.

  • em nosso estado o aparelhamento da cultara da medo, o carnaval recebe milhoes, ha quinze anos quem falava em quadrilha de são joao???? e agora novos se juntam, ou acham que o tal banzeiro ano que vem não vai pedir dinheiro para o estado, fora os que ainda vão surgir…..

  • Não vi motivo para as duas irmãs blogueiras terem tamanha indignaçao. Espero que elas tenham sensibilidade para aceitar que a escola estava abandonada, principalmente pelos filhos dos fundadores, e que depois dessa nova diretoria, a escola cresceu de forma significativa. O ato de mudar o nome não me preocupa se os diretores da escola não apagarem a historia. Acho que o RPeixe ficaria muito mais satisfeito de ver a escola saindo na avenida em um grande espetaculo, independente do nome, do que ver a escola abandonada e sucateada pelos seus.

  • O Político Inglês chamado Thomas Paine (1737-1809) dizia o seguinte: “O sublime e o ridículo são tão próximos que nem saberíamos separá-los”. Mas, nesse caso da Escola de Samba Embaixada de Macapá, com a devida vênia, se vivo ainda fosse, faria com certeza o Político Inglês mudar de opinião: RIDÍCULO o q querem fazer com essa tão simpática Agremiação Carnavalesca. O competente Artista Plástico R. Peixe deve T se revirado debaixo da terra e/ou no céu. E o pior que esses maus políticos deixam a classe cada vez mais desacreditada, pois não conseguem mensurar as asneiras q fazem: Como diz o Radialista José Caxias “Eu vou Ti Contar” rsrsrs.
    Abs. Matta.

  • Não deixa de ser um forma de apropriação indevida. Sem maiores comentários. Sou radicalmente contra. É por essas e outras que aquele ex-governador, na época do regime militar, dizia que o Amapá não tinha história.Tinha piada.
    Alcione

  • Um certo governador, daqueles nomeados para administrar o ex Território do Amapá, nomeado pelo então Ministro do Interior, disse certa vez, que o Amapá não tinha história. Eis aí uma das razões. É uma berração essa pretendida mudança do nome da Embaixada de Samba Cidade de Macapá. No frigir dos ovos, querem dizer que o nome Embaixada de Samba Cidade de Macapá, diminui a Escola. O mais grave disso, é que uma explicação dada por um político, tentando justificar a mudança. Não sei se vocês lembram, já tentaram mudar o nome da Av. FAB.

  • Mudar o nome da escola me parece normal em se tratando de Amapá, em que pese eu achar o cúmulo. Agora, mudar a sede para Mazagão? Deveriam vir a público justificar o porque, em que pese eu achar outro cúmulo do absurdo. E a comunidade da escola, já foi consultada se aceita tal mudanças? Eita terrinha de porra-louquice! Rsrsrsrsrs

  • Esse zolhudos são uns pestes mesmos. Só vivem prá azucrinar a vida dos outros. Só vivem tramando saco de maldades e não tem uma ação positiva em nosso Estado. Só vivem metido em encrenca e agora querem mexer no patrimônio da escola de samba Embaixada de Macapá. Esses caras tem de ser contidos. Não entendem porcaria nenhuma de cultura e história de um povo. VAZAAAA ZOLHUDOS!!

Deixe um comentário para Sobral Pinto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *