Amapá firma parceria com Guiana Francesa para diagnóstico da covid-19 em testes de Oiapoque

 

O Governo do Amapá firmou mais um reforço para agilizar o diagnóstico de covid-19 no muncipio de Oiapoque. Agora, o Instituo Pasteur, na Guiana Francesa, também fará análises coletadas no município amapaense. Até o dia 6 de junho, Oiapoque tinha 560 casos confirmados e 455 casos suspeitos, estes ainda em análise.


A parceria foi autorizada na sexta-feira (5) pelo governo federal, após solicitação do Governo do Estado, através da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

O parecer técnico traz alguns parâmetros para o acordo, dentre eles: as amostras deverão ser cadastradas pelo Laboratório de Fronteira (LAFRON), que funciona no município de Oiapoque, gerenciado pela SVS. As amostras serão fracionadas em duas alíquotas uma será enviada para Guiana Francesa e outra ficará no LAFRON. Transporte, conservação e demais custos do translado destas amostras serão de reponsabilidade no município de Oiapoque e do GEA.

Sobre a parceria, o superintende de vigilância em saúde, Dorinaldo Malafaia, afirma que dará mais agilidade para os diagnósticos do município.

“Essa parceria possibilitará ter mais agilidade nos diagnósticos no município de Oiapoque, o Instituto Pasteur tem alta capacidade de testagem e ajudará no tratamento dos pacientes com diagnósticos precoces, além de diminuir a demanda que hoje atendemos de testagem na SVS, através do Laboratório Central (LACEN)”, afirmou o superintendente.
Além dos exames feitos no LACEN e em um laboratório contratado, os testes rápidos executados pela SVS, o Amapá continua enviando amostras para o Instituto Evandro Chagas em Belém e aguarda o resultado de 5 mil amostras enviadas para Fiocruz no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *