• Estes contratos são para que os alunos possam entrar logo em sala de aula, pois o processo de efetivação e mais demorado, por exemplo esses professores precisam fazer exames médicos, depois os mesmos não são obrigados a assumir de imediato. Sendo assim, esses contratados serão efetivados em breve, esse acordo foi realizado com Ministério Público Estadual, que só agora descobriu que tinha professores aprovados em concursos e muitos contratos. Quem é professor sabe que no ano passado tinha professores contratados em escolas sem aulas, de tantos professores que tinha.

    • É Robson de fato o acordo firmado com o ministério Público deixa bem claro isso. Porém acredito que seria muito mais transparente se TODOS os concursados fossem chamados de imediato e somente depois os contratos.
      EU sou uma das 07 PEDAGOGAS/ área Urbana que ficaram fora da lista… E estou bem atenta para que NENHUM contrato assuma.
      DE OLHO SEMPRE!!

  • Não é verdade Robson. É prática dos membros da Turma da Harmonia desprestigiar concursos/concursados. o contrato futuramente serve de moeda de troca nas eleições. Sejamos franco: você não foi contemplado com um contrato, para tentar explicar de forma tão desajeitada, exatamente por não ter argumentos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *