Acidente com carro da Secom. Dois morrem

Uma grade acidente com equipe de jornalistas da Secretaria de Comunicação, na tarde de hoje, sexta-feira, vitimou o chefe de transporte da secretraia,Ubiratan da Silva Baia, o Bira, e o fotografo, Antonio Sena, o Paparazzi, que faleceram. Além de Carla Marques e do cinegrafista Nayron, que estão feridos.

Não lembro se conhecia o Bira.
Mas o seu Antonio, tratado carinhosamente de Paparazzi, fazia parte da paisagem urbana de Macapá. Sempre caminhando pela cidade e como uma incrível capacidade de estar em todos os lugares onde as coisas aconteciam e rendiam imagens de pessoas e fatos. Um operário da arte da fotografia. Simples, afavável e querido por todos.
Que Deus os receba e conforte suas famílias.

Paparazzi
Paparazzi
  • LAMENTÁVEL! O FOTÓGRAFO ANTONIO SENA “PAPARAZZI” COMO REVELA O SEU TEXTO, FAZIA PARTE DA PAISAGEM DE MACAPÁ. EU O VIA PRATICAMENTE EM TODOS OS EVENTOS PÚBLICOS CULTURAIS DO NOSSO ESTADO, PRINCIPALMENTE NAS SEXTAS-FEIRAS LÁ PELAS BANDAS DO BAR DO ABREU. FIGURA CARISMÁTICA, FALAVA COM TODOS A SEU REDOR, COMO SE AS CONHECESSE PESSOALMENTE. DEUS O GUARDE!

  • Vi o Antonio pela última vez nas Festividades de São Tiago (Mz/V). Almoçamos no mesmo restaurante.
    Uma perda irreparável.
    Força e coração pra família lutada.

  • CONHECI OS DOIS BIRA E EU TRABALHAMOS JUNTOS NA EE RUTH BEZERRA ENTRE 91 E 92 GRANDE PARCEIRO E ANTONIO SENA COMO VC FALOU ENCONTRAVAMOS COM EM TODO LUGAR, UMA PENA

    • Paparazzi era o fotógrafo dos advogados, políticos, artistas, jornalistas, radialistas, do povo do futebol e do carnavalescos, enfim, era todos. Era impressionante como ele conseguia se desdobrar e registrar vários acontecimentos, fossem políticos, culturais, esportivos ou meramente etílicos rsrs bastava ter movimento e ele lá aparecia registrando tudo. Ah! Um detalhe: ia nas casas dos amigos fazer a entrega das fotos, era também um andarilho. Deus o receba em sua glória!

  • Que pena! Vamos sentir muito sua falta em todos os eventos e cantos dessa cidade, uma pessoa maravilhosa, amigo de todos, muito carismático,sempre com sorriso no rosto… saudades, muitas saudades do nosso eterno “paparazzi”. Descanse em Paz!

  • Tô triste. Conhecia o Paparazzi há mtos anos. Quando eu morava na Leopoldo ele sempre na minha casa. Fez tantas fotos minhas nos carnavais. Como você disse era uma pessoa simples e afável. Era também muito discreto e bom papo.
    Que Deus o receba na luz e conforte sua família e a do Bira também.

  • Realmente, lamentável o acidente! Conhecia um pouco o Antônio. Dei-lhe carona algumas vezes, pela manhã, quando ele esperava o ônibus em frente ao San Marino, e o vi pela última vez na quarta-feira, no Ministério Público, qunando aproveitei para pedir-lhe desculpas por não parar algumas vezes, pois o carro, às vezes, estava cheio de crianças, processos e livros. A vida é assim mesmo, imprevisível. Que Deus o receba com o peculiar carinho e possa confortar a família de todos!

  • conheci o Antonio Sena acho que em 1994 no xodó era um companheiro, recebi com muita tristeza a noticia do falecimento brusco. estar fotografando na Luz. vá com Deus.

  • Grande Paparazzi. Uma pessoa com um carisma enorme, que angariava amizade facilmente. Era fotografo de inestimável qualidade, com presença obrigatória em eventos marcantes de nossa cidade. No entanto, no carnaval ele se notabilizou com mais profundidade, tirando fotos de amigos e personalidades, que desfilavam nas escolas de samba. À família enlutada meus pêsames, acompanhado da seguinte mensagem: “A vida não passa de uma oportunidade de encontro; só depois da morte se dá a junção; os corpos apenas têm o abraço, as almas têm o enlace” . (Vitor Hugo). Brasilia/DF, 23/08/2013. Jonatas Pereira Cardoso.

  • Encontrei o Paparazzi pela manhã do dia 21.08.2013 (quarta-feira) no Auditório da PGJ qdo da apresentação do Relatório Técnico Final do ZEEU das Áreas de Ressacas de MCP e STN, e como sempre com um largo sorriso e distribuindo simpatia, entretanto, no dia seguinte fui surpeendido com a notícia do fatídigo acidente. É uma perda irreparável mas partiu deste plano terrestre cumprindo o seu dever, pois estava à serviço. Segura na mão de Deus e vá COMPANHEIRO. Condolências a Família e Amigos. Abs. Matta.

  • O Paparazzi era um homem ético, simples, e, portanto, muito discreto. Sua lente continha o registro de muitos momentos surreais, de pessoas importantes e outras nem tanto, com detalhes que só ele sabia captar e guardar. UM GRANDE PROFISSIONAL. Deus ilumine a sua alma, Paparazzi Eterno.

  • Perdemos uma pessoa muito querida, sempre presente nos principais eventos da cidade; carnaval, futebol, eleições,etc. Era amigo e frequentador da casa de meus pais e dos irmãos também, uma pessoa muito bem relacionada com as pessoas do meio social que frequentava.Que Deus a tenha. “saudades”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *