A onça tá comendo (gíria antiga do Jari) e cargos indicados por Jaime Nunes estão sendo exonerados do governo do Amapá

Azedou o mingau de milho na relação entre o governador Waldez Góes e o vice Jaime Nunes.
O que levou a isso, ainda não se sabe ao certo, até porque, quem acompanha a política do Amapá, sabe que Waldez exercita a virtude da paciência.
O certo é que os indicados de Jaime Nunes estão sendo exonerados dos cargos de primeiro escalão no governo do estado.
Já saíram até agora: Gilberto Laurindo, da Jucap; Neiva Nunes, do Instituto de Pesos e Medidas e Eliton Franco, do PROCON,  que apesar de ser indicado pelo deputado Acácio Favacho, seria mais ligado a Jaime.

Especula-se que Tânia Miranda, presidente da agência Amapá, pode ser a próxima exonerada . Apesar de o governador Waldez gostar do  trabalho dela, que é técnico, ela não faria  nada sem o aval de Jaime.
É fogo no parquinho!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *