A notícia atravessou o atlântico e chegou no blog.

Fonte informa que o presidente da Assembléia Legislativa, Moisés Souza, estaria no sábado na casa de um membro do judiciário amapaense, traçando estratégias para afastar a Procuradora Geral de Justiça, Ivana Cei, e o promotor de Justiça Afonso Guimarães, que investiga a Assembléia Legislativa.

Será que é tão difícil entenderem que as instituições têm que cumprir seus papéis e é isso que o MP está fazendo?

Se todas as instituições cumprirem seu papel constitucional, a sociedade funciona plenamente e tem seus direitos defendidos e respeitados: Governo, Legislativo, Justiça, Tribunal de Contas, MP.

É isso. E pronto. Sem ameaças, chantagens e nem ataques fascistas contra a honra dos que ousam cumprir dignamente seu papel no Amapá.

  • Esse é o papel de vários parlamentares que se dizem defensores e protetores do povo que os elegem, simplesmente p/cumprirem seus papéis.A AL é uma casa de leis que serve p/o povo cumprir oque é determinado pelos Srs. deputados que as ditam,mas não as cumprem.Atender aos seus própios interresses é bem mais salutar,que atender aos do Zé povinho,pois precisar destes,só nas próximas eleições.As instituições são pagas p/atender tão somente ao estado e seu povo,mas não é isto que acontece na maioria delas Brasil àfora,á começar pela capital do país.

  • EI O CAMILO NÃO SE RECORDA DE TER SANCIONADO O TEXTO, QUE DA UM “CHARQUE” A MAIS AO JUDICIARIO! É PRA ACABAR E ATRAVESSAR OCÊANOS!KKKKKKK,NINGUEM MERECE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *