8º Amapá Jazz Festival no próximo final de semana na beira do rio Amazonas

A margem do rio Amazonas será mais uma vez o cenário do maior encontro de instrumentistas e público da região. O 8º Amapá Jazz Festival será no próximo final de semana, 20 e 21 de outubro, no Complexo do Araxá, Restaurante Norte das Águas, com a presença de grandes músicos convidados. O produtor do evento, Finéias Nelluty, garante o mesmo sucesso dos anos anteriores, quando o palco do festival recebeu artistas como Artur Maia e Ney Conceição. Nesta edição, o músico homenageado é o violonista amapaense Sebastião Mont’alverne, falecido em julho último.

festival-1-katia-lacerda

 

Duas atrações internacionais estarão presentes, o convidado especial, o saxofonista e compositor moçambicano Ivan Mazuze, e o guianense Jean Marceline, compositor e arranjador. Eles estarão dividindo a atenção de quem aprecia a boa música com Tom Campos, Venilton Leal e Israel Cardoso, todos com reconhecimento artístico. Os festejados Quinteto Amazon Music e as bandas Marrecos Lan´d e Manos Blue também participam do evento.

 

Nesta 8ª edição, Finéias Nelluty consolida o Amapá Jazz Festival como o maior evento de música instrumental realizado na beira do Amazonas. “Chegamos no oitavo ano com a certeza que muitos outros virão, porque o Amapá entrou no roteiro musical da música instrumental, graças ao grande público que prestigia, e que a cada ano aumenta. Promovemos o evento com dificuldades, mas somos insistentes em sua realização, porque tanto os amapaenses quanto os músicos já esperam no último trimestre do ano por este festival. Nós merecemos este cenário e estes shows”.

 

No dia 20 sobem no palco o Quinteto Amazon Music, Jean Marceline, Tom Campos e Ivan Mazuze. No dia 21, a noite é do Marrecos Lan’d, Venilton Leal e Mano Blues.  No encerramento  do festival, todos participam da Jam Session, transformando a música em uma linguagem universal. A organização repete as versões anteriores e no dia 19, os instrumentistas fazem a Master Classe, para estudantes da escola de Música Walkíria Lima e interessados em trocar conhecimento musical.

 

Mariléia Maciel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *