Viaduto da Integração: Governo finaliza concretagem das pistas de rolamento sentido Santana/Macapá

O Governo do Amapá trabalha na finalização das obras de concretagem das duas primeiras pistas de rolamento do Viaduto da Integração, em Macapá. Quando finalizadas, as pistas ficarão responsáveis por abrigar o fluxo no sentido Santana/Macapá.

O Viaduto da Integração já está com 85% dos serviços concluídos e vai interligar as rodovias Duca Serra e Norte-Sul, facilitando o deslocamento na Região Metropolitana de Macapá.

Ao todo, serão construídas quatro pistas que ficarão no alto do viaduto. A previsão é que a concretagem das pistas sentido Macapá/Santana comece em agosto. Após a conclusão deste trabalho, a Secretaria de Estado de Transportes (Setrap) vai implementar guarda-corpos no centro e laterais do elevado.

As obras para construção de rampas de acesso para os veículos estão previstas para iniciar em agosto, enquanto isso, a equipe de trabalhadores está fazendo a drenagem de pavimentação antiga nas laterais do viaduto – local onde serão instaladas as rampas.

“Quando toda estrutura do viaduto estiver pronta, iremos para a fase de acabamentos finais, como pavimentação asfáltica, entre outros”, complementou o gestor da Setrap, Benedito Conceição.

  A previsão é que o Viaduto seja entregue até o fim do ano. Quando concluído, ele terá quatro pistas de rolamento que darão acesso à Região Metropolitana de Macapá, com capacidade de comportar, diariamente, mais de 100 mil veículos.

A interdição do fluxo de trânsito nas Rodovias Duca Serra e Norte-Sul permitiu o avanço dos serviços, possibilitando a circulação de máquinas pesadas e trabalhadores.

Norte-Sul

A primeira galeria já está concluída, e a segunda está com 98% dos serviços finalizados. Nas duas galerias, foram colocadas geogrelhas, tela sintética para sustentar o aterro e a pavimentação asfáltica do local.

Por toda a rodovia, seguem os serviços de limpeza, alargamento das vias, drenagem, e retirada de solo mole e terraplenagem. A pavimentação asfáltica está prevista para outubro.

Projeto

O projeto prevê a urbanização de sete quilômetros de extensão, com iluminação, ciclovia, passeio público e pista de cooper. A obra está orçada em R$ 93,3 milhões, dos quais R$ 22 milhões foram articulados pelo senador Davi Alcolumbre junto à bancada federal do Amapá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.