Publicidade

Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Vão Vendo! Governo fala de inviabilidade de reajuste, mas que servidores terão promoções e progressões

Alcilene Cavalcante em 19 de abril de 2017

O governador do Amapá, Waldez Góes, reuniu na tarde de terça-feira, 18, com a Frente dos Servidores Estaduais, representada por mais de trinta sindicatos, para expor o diagnóstico financeiro do Estado que incluiu os demonstrativos da arrecadação própria e dos repasses federais do primeiro trimestre de 2017. Os levantamentos indicaram que o momento da economia ainda não permite o reajuste salarial, mas, em contrapartida, o governo vai trabalhar em um cronograma para o pagamento de passivos como promoções e progressões de carreira.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Sábado de Aleluia e Domingo de Páscoa tem abertura do Ciclo do Marabaixo no Laguinho, Favela e Campina Grande

Alcilene Cavalcante em 15 de abril de 2017

Sábado de Aleluia, a programação acontece nos barracões da Favela, na Dona Gertrudes Saturnino, e na Dica Congó, duas pioneiras que dão nome aos locais das festas, e na comunidade de Campina Grande, no km 21. Os festeiros, promesseiros, público em geral, serão recebidos nos três endereços, a parir das 17h, com muito marabaixo, gengibirra e caldo, nos ambientes enfeitados com as cores da Santíssima Trindade, azul e branca, entidade festejada na Favela e Campina. Até meia-noite as caixas estarão tocando, anunciando mais um Ciclo do Marabaixo.

No Domingo de Páscoa é a vez do bairro Laguinho abrir os barracões das famílias do Mestre Julião Ramos e Mestre Pavão, para receber a população e devotos da Santíssima e do Divino Espírito Santo. As famílias do Mestres, já falecidos, e festeiros, começam os rituais religiosos e festivos, continuando a tradição deixada por  seus bisavós. Nestes ambientes, é possível perceber as diferentes gerações de povos afrodescendentes cantando o tocando juntas, da centenária Tia Zefa, aos netos e bisnetos que já tocam, dançam e cantam.

Serviço:

Rodas de Marabaixo:

Sábado de Aleluia:

FAVELA E CAMPINA GRANDE

Barracão da Dona Dica Congó – Av: Mendonça Júnior – 1275

Barracão da Dona Gertrudes – Av: Duque de Caxias – 1203

Centro Cultural Jesus Maria José – Km 21 – Rodovia Macapá/Jari (Campina Grande)

 

Domingo de Páscoa    

LAGUINHO

Mestre Julião Ramos/Tia Biló – Rua Eliezer Levy entre Mãe Luzia e José Tupinambá

Mestre Pavão – Av: José Tupinambá entre Leopoldo Machado e Jovino Dinoá

 

Mariléia Maciel

Assessoria de Comunicação – Comissão Ciclo do Marabaixo

Deixar um comentário

Cristina Buarque é uma fofa

Alcilene Cavalcante em 15 de abril de 2017

A professora Cristina Buarque esteve em Macapá para o lançamento do livro do professor Dorivaldo Santos, que prefaciou.

E vejam o que ela escreveu sobre Macapá.

“Depois de três dias intensos em Macapá, aprendi que:

– Amapaenses transbordam afetividade. Uma e meia da manhã, o avião lotado pousa solitário na pista. Do outro lado da porta que separa a ala isolada dos viajantes, festa: aeroporto apinhado com famílias inteiras em estado de excitação. Beijos, abraços e emoção. Amapaenses não permitem que seus viajantes cheguem sem mimo. E eu não fiquei fora dessa. No meio da madrugada, lá estavam Dorival Costa e Rosinha me esperando.

– Todo mundo aqui é mano e mana. É um jeito do desconhecido chegar e já estar logo em casa.

– A cidade nasceu com vocação para grande capital. As avenidas do centro deixam as do Rio de Janeiro no chinelo: largas e imponentes.

– Aqui tem bicicleta por toda parte, sem ciclo-militância.

– O vento na beira-rio em Araxá carrega todo mau pensamento e deixa a gente novo em folha.

– O rio Amazonas é tipo um mar de tão grande e, quando sobe a maré, sopra uma brisa doce.

– Aqui a ditadura invadiu e manipulou o imaginário popular. Usou o medo como arma política. Torturou e matou também. Izabel, Dorival, Júlia e Maura fizeram o emocionante trabalho de contar esta história no relatório da Comissão da Verdade do Amapá.

– Aqui tem um povo aguerrido na luta contra injustiças de todo tipo. Dona Judith, Séfora e William são uma turma do Ministério Público lindamente comprometida com o combate à violência contra crianças e adolescentes. Alzira e Mirla dão vida aos dinâmicos movimentos de mulheres do estado e são infinitamente generosas com gringas como eu, cheia de perguntas. Idem para Ivon, uma figura chave do movimento gay por aqui.

– A luta social por aqui inclui o movimento de escalpeladas. Os acidentes de escalpelamento são tragicamente comuns em toda região amazônica em razão de motores de barco, desprotegidos, que trituram tudo o que encontram pela frente. Mulheres sem couro cabeludo são o mais comum.

– É a única capital que não é conectada a qualquer outra por rodovia. Só se chega aqui de barco ou avião.

– Comer peixe de rio em Mazagão é o melhor programa para um sábado de sol.

– O mapa do Amapá tem um quê de corpo humano: os rios parecem veias que irrigam todo estado.

– O tempo aqui é meio elástico: dá tempo de trabalhar, prosear e passear.

– Aqui, como em Moçambique (com Francis Conceicao), sou filha do Chico Buarque. Não há nada que eu possa dizer para modificar esse fato, certo William?

3 comentários »

Assembleia Legislativa do Amapá inicia campanha institucional para prestar contas das ações realizadas

Alcilene Cavalcante em 15 de abril de 2017

 

A Assembleia Legislativa do Estado (Alap) vive um novo momento de profundas mudanças, onde o povo do Amapá é convidado especial a participar. Neste sentido, a Casa de Leis iniciará nesta sexta-feira(14), uma ampla campanha publicitária, através dos veículos de comunicação, incluindo, rádio, televisão, impresso e internet, visando prestar contas das ações realizadas pela atual gestão e estimular a participação popular em todas as atividades do parlamento amapaense, sejam elas, legislativas, sociais e administrativas.

 

A campanha, de caráter informativo e didático, tem o objetivo de levar informações à população sobre as medidas moralizadoras e de redução de despesas adotadas pela nova gestão, conforme descreve o presidente, deputado Kaká Barbosa (PT do B). “A Assembleia Legislativa é e sempre será a casa do povo. Estamos desenvolvendo uma campanha institucional para reafirmar nosso compromisso com o povo do Amapá, de manter a credibilidade, o respeito e a transparência das ações do Poder Legislativo. Mudanças concretas estão ocorrendo neste parlamento e que, a população será a grande beneficiada, participando efetivamente com propostas, ideias e opiniões”, concluiu o presidente.

Deixar um comentário

GEA firma convênio para mestrado de Planejamento e Políticas Públicas no Amapá

Alcilene Cavalcante em 15 de abril de 2017

O Governo do Estado do Amapá (GEA), através da Secretaria de Estado da Educação (Seed) e a Agência de Fomento do Amapá (Afap), firmou um Termo de Cooperação Técnica e Científica, para a oferta do 2º Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Publicas, com a Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Press Trip Lençóis Maranhenses

Alcilene Cavalcante em 15 de abril de 2017

*Marileia Maciel

Um grupo de nove jornalistas aceitou o desafio e foi conhecer Maranhão no inverno, e descobrir as belezas e atrações do nordeste brasileiro nesta época, pouco prestigiada por turistas, e saímos de lá com as melhores indicações. Representando o blog amapaense Repiquete no Meio do Mundo, a convite de Alcilene Cavalcante, fui a única jornalista do norte do Brasil a participar deste do Press Trip muito bem organizado por empresas agenciadoras de turismo.

 

Aventura 2 – Barreirinhas – Parque Nacional Lençóis Maranhenses

No roteiro de baixa temporada em São Luis, o turista pode aproveitar para apreciar uma paisagem pouco comum nas divulgações, mas tão belas quanto as imagens ensolaradas, até porque mesmo no inverno, o sol está sempre presente. O roteiro da época indica que o destino era Barreirinhas, onde natureza, beleza e grandes emoções estão sempre à espera.

Saindo de São Luis, em uma viagem de quatro horas de van, pode-se chegar em Barreirinha. Nesta época, o tempo nublado torna a viagem bastante agradável até esta pequena cidade, porta de entrada para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, um dos cinco polos turísticos do Maranhão.

Por ser um dos municípios cobertos pelo Parque Lençóis Maranhenses,  Barreirinhas é base para turistas e principal entrada. Pacata e de povo simpático, no município é possível observar nas ruas a movimentação rumo às dunas. Quadriciclos, pickups  e jardineiras são os meios de transportes mais apropriados e utilizados pelos moradores para se locomover, e por agenciadores se turismo, para transportar visitantes. Seu Edvaldo, o proprietário da Pousada Encantes do Nordeste e do Restaurante Bambaê, parceiros deste Press Trip, bem definiu os quadriciclos, como a versão moderna dos animais de cargas, antes comuns no nordeste. Em cima de cada um são carregadas tudo o que necessita ser transportado, de pessoas a objetos, produtos, alimentos, e até mudança.

 

Repousar e comer, é por conta de seu Edvaldo

A Pousada Encantes do Nordeste merece um capítulo especial, de tão aconchegante e bonita, mas vale registrar aqui, a recepção maravilhosa por parte do seu Edvaldo, e a primeira impressão, desta simpatia e dos quartos, muito bem arejados, tanto dentro quanto fora, com redes deliciosas para observar as espécies naturais cultivadas na área, fazem o visitante se sentir muito bem acolhido.  Ali começa a segunda parte desse desafio, que foi descobrir o Maranhão no inverno mais ensolarado do Brasil.

Na primeira parada para o almoço em Barreirinhas, pode-se conhecer em um só lugar, no restaurante Bambaê, às margens do rio Preguiça, a culinária, artesanato, natureza e músicas, típicas do Maranhão. No cardápio, peixes, carnes, galinha caipira, arroz, saladas, e sobremesas. Os sabores são bastante originais, da galinha ao peixe, e principalmente os maravilhosos pratos à base de buriti, os mesmos comuns na Amazônia. O arroz de buriti tem o sabor forte, porém agradável, e a sobremesa, um doce, com a consistência de goiabada. Uma olhada ao redor da mesa, e mais buriti, plantado, completando a paisagem, na palha do telhado, na decoração da mesa, uma variedade de arte e aproveitamento de uma planta regional.

Tapuio

No período da tarde o passeio foi para o povoado de Tapuio

O transporte mais utilizado é a jardineira, onde os grupos são orientados por guia turístico, e pode-se conhecer as diferenças geográficas da região, de solo arenoso, muito cerrado, e o encanto das casas de barro entre dunas e o céu, que varia do cinza ao azul.

Em Tapuios a primeira parada fica às margens do rio Preguiça, onde mais uma atração para o turista está à espera, que são as casas de farinha. A rotina nestas humildes e artesanais casas fazem parte do cotidiano dos moradores, é ali que as famílias se reúnem para ganhar o sustento e produzir alimento, e o visitante pode conhecer, em uma animada conversa, todo o processo de fabricação, antes de andar até a praia e pegar as instruções para fazer Stand Up Paddle.

 

A hospitalidade do povo maranhense brota sem querer, e pode-se ser surpreendido com mestres como seu Zequinha Davi, 78 anos, alegre contador de histórias, dono da propriedade que está com a família há 210 anos, recepcionando as visitas com café e macaxeira frita.

Este roteiro permite que antes do fim do dia, você percorra mais alguns quilômetros, dentro de Lençóis Maranhenses, em uma aventura de jardineira 4×4, descendo e subindo dunas, conhecendo a vegetação, rica em manga, caju, jatobá e mandacaru. As histórias são muitas, da casa antiga de escravos, ao acampamento abandonado às pressas. Em geral os guias param para que o visitante ande um pouco nas dunas e aprecie a paisagem, um mundo de areia e lagoas de água da chuva. No final da trilha, uma bela paisagem ao olhar do alto da duna: a Lagoa da Esperança, de água fria e agradável, ela divide Barreirinhas de Santo Amaro, e é circundada por uma vegetação de restinga. Definitivamente, a chuva não inviabiliza o turismo no inverno. São Luis é sempre bom, em qualquer temporada.

O Press Trip foi organizado com excelência pela Taguatur Turismo e parceiros

 

Quem Leva

Taguatur Turismo –

(98) 2109 6400

Quem faz todos os passeios?

 

www.tropicaladventure.com.br Telefone: (098) 3349-1987 OI (098) 99966-1010

www.saopauloecoturismo.com (098) 3349-0079 e (098)-99149-4666

www.saopauloecoturismo.com (098) 3349-0079 e (098)-99149-4666

www.caetesturismo.com.br (098) 3349-0528 – (098) 99158-3349

Stund Up

Espirito de Aventura  www.passeiodelancha.tur.br  www.espiritodeaventura.com.br  Tel (098)-3349-5012 – (098)-98815-4827

Pousada

Pousada Encantes do Nordeste tarifas a partir de R$ 270,00 casal (baixa) até R$ 358,00 alta temporada

www.encantesdonordeste.com.br (011) 3331-3434 (011) 96890-6060  (098) 3349-0260 (098) 98857-4425

Onde Comer

Restaurante Bambaê (098) 99167-3414

Deixar um comentário

Do site do Ministério do Turismo. MTur e Macapá assinam termo para oferta de cursos de qualificação

Alcilene Cavalcante em 15 de abril de 2017

Macapá é o primeiro município brasileiro a celebrar com o Ministério do Turismo o Termo de Compromisso para promover e apoiar a execução das ações de qualificação e aperfeiçoamento dos profissionais de turismo que atuam na linha de frente da atividade dentro da plataforma “Brasil Braços Abertos”. A assinatura foi realizada durante audiência entre o ministro do Turismo, Marx Beltrão, o prefeito de Macapá, Clécio Vieira, a secretária municipal de Turismo, Juli Pereira, e o senador Davi Alcolumbre.

O “Brasil Braços Abertos” é uma plataforma tecnológica de aprendizado à distância em ambiente digital com oferta de 80 horas de aulas online. As inscrições para 2017 já estão abertas e poderão ser feitas até 30 de setembro. O aluno poderá realizar o curso por meio de celular, tablet ou notebook e contará com videoaulas e jogos educativos. Os interessados podem acessar a plataforma pelo endereço brasilbracosabertos.turismo.gov.br. As aulas podem ser iniciadas logo após a inscrição e devem ser concluídas até o dia 30 de dezembro.

Ler o restante do post »

1 comentário »

Sebrae oferece 8 vagas de trabalho para bancários aposentados no Amapá

Alcilene Cavalcante em 14 de abril de 2017

Andréa Maciel

 

Os amapaenses aposentados da área bancária têm a chance de continuar no mercado de trabalho como consultores, por meio do programa Senhor Orientador. Diversos estados do Brasil oferecem vagas para o programa e no Amapá são 8 vagas. Os interessados devem se inscrever pelo portal do Sebrae: www.sebrae.com.br até o dia 25 de abril, neste endereço eletrônico é possível consultar o edital para obter mais informações.

Ler o restante do post »

Deixar um comentário

Nota Pública do prefeito Clécio

Alcilene Cavalcante em 12 de abril de 2017

NOTA PÚBLICA

Tomei conhecimento pela imprensa da menção a meu nome numa lista sendo supostamente beneficiário de doações eleitorais irregulares em 2012. Sobre isso esclareço o seguinte:

1 – Nunca tive qualquer contato com representantes da empresa Odebrecht antes, durante ou depois de ter sido eleito prefeito. Ainda mais na condição em que disputei a eleição de 2012, como vereador de oposição e aparecendo em terceiro lugar nas pesquisas até a reta final;

2 – Desde que sou prefeito de Macapá, não existe nenhuma obra, contrato ou qualquer negociação envolvendo direta ou indiretamente a empresa Odebrecht ou suas subsidiárias no município;

3 – Todas as minhas contas de campanha foram aprovadas e estão à disposição;

4 – Não autorizei ninguém a falar em meu nome com esta empresa ou com qualquer outra empreiteira;

5 – O que estamos informados é que foi feita uma petição de mudança de foro com base em uma menção a meu nome. Não existe sequer investigação ou inquérito a esse respeito. Muito menos ação civil ou criminal.

6 – Mesmo assim acabo de protocolar um pedido de informações ao STF sobre o caso para tomar as providências necessárias contra quem tenha indevidamente mencionado meu nome em esquemas com que não compactuo e de que jamais participei.

Sigo tranquilo e confiante na Justiça.

Clécio Luis
Prefeito de Macapá
Em 12 de abril de 2017

3 comentários »