Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Central de boatos

Alcilene Cavalcante em 15 de outubro de 2014

Também ontem à noite, um renomado jornalista que apoia a candidatura de Waldez Góes, postou em um grupo da imprensa no whatsApp (boato que foi sendo espalhado em outros grupos) que bandidos armados tinha invadido a feira do produtor e tentavam matar pessoas. Vejam só.

Plantar boatos terroristas é uma tática nojenta que também foi usada no segundo turno da campanha de 2012, quando jornalistas ligados a uma candidatura postavam em redes sociais que estavam acontecendo noites de terror, divulgavam arrastões inexistentes em vários lugares, e fugas em massa do IAPEM, com os bandidos atacando a população.

Esta é a campanha do whatsApp, e nesse aplicativo correrão os boatos mais absurdos. Cheque antes de repassar, e desmoralize os boateiros.

É a melhor forma de defender o Amapá dos que desejam o mal do Amapá por causa de uma disputa eleitoral.

@@

MP-AP e AMPAP se manifestam sobre ato da ALEAP

Alcilene Cavalcante em 14 de outubro de 2014

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO AMAPÁ e a ASSOCIAÇÃO DOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO AMAPÁ, por sua Procuradora-Geral de Justiça e seu Presidente, no uso de suas atribuições legais, vêm a público apresentar a seguinte manifestação:
Nos termos da Constituição Federal de 1988, o Ministério Público é uma instituição oficial, independente e autônoma, de grande importância para a função jurisdicional do Estado, age na defesa da ordem jurídica, do regime democrático de direito, dos direitos e interesses sociais e individuais indisponíveis, bem como pela leal observância das leis e da Constituição.
Como não poderia ser diferente, o Ministério Público do Amapá, ao longo de todos os anos de sua criação, vem atuando em prol da sociedade, propiciando uma maior eficácia no exercício da cidadania e na defesa do patrimônio público, a exemplo de todas as medidas que tem adotado para lutar contra a corrupção que assola e deteriora o Estado do Amapá.
A medida adotada pela Assembleia Legislativa, no sentido de alterar as regras para acesso ao cargo de Procurador-Geral de Justiça, impedindo Promotores de Justiça de concorrerem ao pleito é fruto de uma verdadeira afronta à sociedade e atentado ao Estado Democrático de Direito, aos direitos fundamentais, aos princípios constitucionais da autonomia e independências, não só do Ministério Público do Amapá, mas de todo o Ministério Público Brasileiro.
Os atos praticados pela Assembleia Legislativa do Estado do Amapá nada mais são que represálias ao Órgão Ministerial em razão do expressivo número de deputados que estão sendo investigados e denunciados perante a Justiça pelo desvio de mais de 175 milhões de reais. A mordaça criada pela Assembleia Legislativa, certamente, não calará a Instituição, que, independentemente de ter no comando das atividades um Procurador ou Promotor de Justiça, continuará a enfrentar e combater, sem qualquer temor, todos os atos de corrupção que consomem nosso Estado. O Ministério Público do Amapá não é feito de covardes, é feito por pessoas que tem compromisso com a sociedade e que não medirão esforços para desempenhar com excelência a tarefa conferida pelo povo brasileiro.
Como Instituição independente e autônoma, o Ministério Público do Amapá e o Ministério Público Brasileiro continuarão a ingressar com ações contra todos os agentes públicos e políticos envolvidos em atos de malversação de recursos públicos, corrupção passiva e ativa, falsificação de documentos, peculato, desvio, dentre outros atos ilícitos e ímprobos.

 

Medidas judiciais serão adotadas em todas as esferas e com o apoio das instituições nacionais.

 

É o Brasil unido no combate à corrupção.

 

Ivana Lúcia Franco Cei – Procuradora-Geral de Justiça

 

José Cantuária Barreto – Promotor de Justiça e Presidente da Associação dos Membros do Ministério Público do Amapá (AMPAP)

No Pause

Alcilene Cavalcante em 12 de outubro de 2014

Blog ficou 3 dias fora do ar. Segundo o Webmaster do blog, Romulo Ramos , por causa de um plugin  que começou a funcionar de forma errada. Problema soluciona apenas no domingo.

E desde ontem fui derrubada por uma crise bem chata de amigdalite.

Desculpem leitores, mas o blog só volta amanhã.

Davi é Camilo

Alcilene Cavalcante em 09 de outubro de 2014

Senador eleito Davi Alcolumbre, anuncia hoje em grande ato político, o apoio a candidatura de Camilo Capiberibe no segundo turno das eleições.

O Senador Randolfe Rodrigues, foi a Brasília, mas já voltou, para também participar do ato de adesão.

Palanque de Camilo terá os três senadores da república da próxima legislatura.

 

Rodando o calendário

Alcilene Cavalcante em 08 de outubro de 2014

Feliz Aniversário, Marido!

New-IMG_0157

Saúde e alegrias. Que Deus te cuide e conserve sempre assim: Verdadeiro, divertido, pai maravilhoso e companheiro carinhoso e atencioso.

Te amamos.

Mais alegria

Hoje a gente também soma alegrias com a querida amiga Maribel Smith.

Felicidades, Bel. Que Deus te abençoe e proteja.

Renovamos nosso carinho e admiração pela pessoa maravilhosa que és.

Maribel-Luciana

Lucas e o processo político e eleitoral

Alcilene Cavalcante em 08 de outubro de 2014

Lucas Barreto, até a noite de ontem, ainda não havia anunciado qual sua decisão para o segundo turno da eleição.

Terceiro colocado na eleição para o governo, e novamente vitorioso na eleição de seu candidato ao senado, Davi Alcolumbre (como ocorreu em 2010 com Randolfe Rodrigues), Lucas está tranquilo e consciente do seu papel no processo político do Amapá.

Ao manter sua candidatura, na adversidade, com falta de recursos e estrutura para uma campanha majoritária, garantiu o segundo turno nas eleições de 2014. E seu apoio a candidatura de Davi Alcolumbre, impondo derrota a Gilvan Borges, tem grande importância na nova representação do Amapá no senado.

Aguardemos. Bastidores da política dizem que Davi e Lucas irão juntos para o mesmo palanque.

Parem

Alcilene Cavalcante em 08 de outubro de 2014

Tem uma turminha do PT, ligada a vice-governadora Dora Nascimento, jogando na intriga e na discórdia, e reproduzindo  falsa tese da oposição.

Dora é uma jovem liderança, militante preparada, que disputou dignamente a eleição para o senado. Fazer “mimimi” com a derrota de Dora, justificando como se tivesse acontecido por causa de traição de aliados, pode expô-la a um papel ridículo.

Desde as primeiras pesquisas, ficou claro que a disputa para o senado tinha polarizado entre Gilvan e Davi. Dora não perdeu por seus votos terem ido para Davi.

A última pesquisa do Ibope, às vésperas da eleição, mostrou Dora com 12%, e a eleição empatada entre Gilvan e Davi. Houve uma migração natural de votos para Davi, por causa da rejeição de Gilvan. E foram votos de eleitores do PSB, do PSOL, do próprio PT e até do PDT.

Muita calma nessa hora. Leitura política correta e decisão serena e sem contradições, é o que garante ganhos políticos mesmo não vencendo a eleição.

Dora-n

Caso Consignados

Alcilene Cavalcante em 08 de outubro de 2014

Militancia do PDT festejou ontem a absolvição de Waldez Góes em vara criminal, no processo dos consignados.

Waldez já é condenado na vara cível, por improbidade, no mesmo “caso dos consignados”.

Ministério Público vai recorrer. Como Waldez deve recorrer da condenação. Aí os processos sobem para outra instância judicial.

Leia matéria completa no G1 Amapá. aqui

Todo mundo reúne com todo mundo

Alcilene Cavalcante em 08 de outubro de 2014

Como andam os apoios políticos

Randolfe já está inserido na campanha de reeleição de Camilo Capiberibe. Passou a segunda-feira conversando com eleitos, lideranças não eleitas, e com sua base.

Foi a Brasília ontem, mas volta na quinta para atuar na campanha de Camilo.

Davi

Dizem que o senador eleito, Davi Alcolumbre, anuncia apoio a Camilo Capiberibe, hoje ou amanhã.

Dalva Figueiredo

Disse ao blog que quer continuar na campanha de Camilo, mas aguarda a decisão do PT.

Bruno Mineiro

Acho que vai apoiar Camilo, junto com o deputado Junior Favacho.

Jorge Amanajás

Anunciou ontem que apoia Waldez Góes.

Deputado Furlan

Anunciou ontem, no programa Café com Notícia, que vai apoiar Waldez Góes.

Motivo declarado do apoio: Por melhorias na saúde pública.

Mais

Os partidos ligados à família Gurgel anunciam hoje quem irão apoiar. O PSTU também anuncia posição hoje

Um bom sinal

Alcilene Cavalcante em 08 de outubro de 2014

Tenho gostado de ver a ebulição cultural, e de atividades de esporte e lazer que acontece nas escolas públicas.

Todos os dias este blog recebe notícias de coisas boas acontecendo. As atividades extracurriculares, as iniciativas culturais e esportivas e os estímulos à produção de trabalhos de ciência e tecnologia, tornam o ambiente escolar mais saudável, permitindo uma educação com visão sistêmica, e atraindo os jovens para atividades bacanas, deixando-os longe de drogas e da violência, e menos vulneráveis às atividades ilícitas.

Diretores e professores das escolas públicas estão de parabéns.

Algumas dos últimos dias:

Paz no Trânsito

A Escola Estadual Serafini Costaperária realizou “Caminhada Pela Paz no Trânsito”. A atividade integra o projeto “Educar para Transitar” implantado na escola desde 2010. Durante o mês de setembro, os professores trabalharam a temática.

Escola Estadual Azevedo Costa promoveu II Feira Hispânica

A Feira, que integra o Programa Ensino Médio Inovador (ProEmi), objetiva proporcionar a imersão cultural e fazer com o que o aluno pratique o conteúdo lecionado em sala de aula entendendo a cultura espanhola.

Na programação, apresentação da banda Gitanos, formada por alunos da escola e que tocam, exclusivamente, músicas latinas, danças como cumbia, tango e salsa, exposição de trabalhos que tratam de assuntos diversos de nove países falantes da língua espanhola e um estande com trabalhos que homenageiam o escritor colombiano Gabriel García Marquez.

A Feira Hispânica acontece dia 10 de outubro.

Olimpíada de Língua Portuguesa

A Olimpíada de Língua Portuguesa “Escrevendo o Futuro” 2014 selecionou os alunos que irão representar o Amapá na etapa regional.

A Escola Rivanda Nazaré segue na disputa pela categoria Artigo de Opinião, o texto selecionado foi “As escalpeladas do Amapá”, de autoria da aluna do 2º ano do ensino médio, Daiane da Silva Feio, que está sob a orientação da professora Liliam Torres. Na categoria Poema, a Escola Josefa Jucileide, disputa com o “A Cultura que Vive em Mim”, de autoria da aluna do 6º ano do ensino fundamental, Katarina dos Santos Trindade.

Cultura de Paz

A Escola Estadual Lucimar Amoras Del Castillo promove o projeto “Roda do Amor-As”. O projeto objetiva sensibilizar os alunos sobre a paz, amor, respeito e a boa convivência dentro da escola. A ação integra o programa Pacto Pela Paz nas Escolas e promove ações com os alunos e com os pais, tratando de temas como bullyng, drogas e sexualidade e ação social e atendimento com assistentes sociais para tratar a afetividade familiar.

Jovens Empreendedores na Escola Delzuite Cavalcante

Professores da Escola Estadual Deuzuite Cavalcante, localizada no bairro Perpetuo Socorro, receberam do Sebrae certificados de capacitação pelo Curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), junto com kits escolares para repasse da metodologia.

De acordo com a gerente do Sebrae, Elisangela Ramos, o objetivo do curso é capacitar os professores a trabalhar o empreendedorismo com os alunos.

Waldez e Camilo disputam o segundo turno

Alcilene Cavalcante em 06 de outubro de 2014

Waldez teve 42,18% dos votos válidos e Camilo Capiberibe, 27,53% dos votos válidos.

Camilo-Wg_o

Davi eleito o novo senador do Amapá

Alcilene Cavalcante em 06 de outubro de 2014

Davi Alcolumbre foi eleito com 36,26% dos votos válidos

davi

O resultado oficial da eleição

Alcilene Cavalcante em 06 de outubro de 2014
TRE-AP finaliza apuração: Waldez e Camilo estão no segundo turno para o Governo do Estado
O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) finalizou a apuração das Eleições 2014. O resultado das urnas confirmou o segundo turno no estado. Os números para Governo são os seguintes: Waldez Góes (PDT) obteve 161. 550 votos (42,18%). Em segundo lugar,  Camilo Capiberibe (PSB), 105.447 votos (27,53%).  Os dois seguem na disputa. A Eleição será dia 26 de outubro. Em terceiro lugar, ficou o candidato Lucas Barreto (PSD) 53.079 votos; Bruno Mineiro (PT do B) 30.135 votos; Jorge Amanajás (PPS) 27.045 votos; Genival Cruz (PSTU) 5.306 e Décio Gomes (PSTU) 455 votos.
Davi Alcolumbre (DEM) foi eleito para o Senado Federal, com 131.695 votos. Cerca de 36,25% do eleitorado amapaense. Em segundo ficou candidato Gilvam Borges (PMDB), com 124.438 votos. Seguidos por Promotor Moisés (PEN) 48.136 votos; Dora Nascimento (PT) 38.919 votos; Pastor Jorvan (PRP) 7.443 votos; Coronel Palmira (PTC) 5.016 votos; Raquel Capiberibe (PMN) 3.545 votos; Professor Paulo Ricardo (PSTU) 2.558 votos e Marquinho Abreu (PRTB),com 1.486 votos
Os eleitos para a Câmara Federal foram: Roberto Góes (PDT) 22. 134 votos, Janete Capiberibe (PSB) 21.108 votos; Cabuçu (PMDB) 18.709 votos, Vinícius Gurgel (PR) 18.661;  Marcivânia (PT) 16.162 votos; André Abdon (PRB) 13.798 votos; Marcos Reátegui (PSC) 12.485 votos e Josi Rocha (PTB) 10.007.
Legislativo Estadual
Os eleitos para deputado estadual: Marília Góes (PDT) 11.747 votos; Dr. Furlan (PTB) 8.947 votos; Michel JK (PSDB) 8.678 votos; Júnior Favacho (PMDB) 7.187 votos; Dr. Jaci Amanajás (Pros) 6.965 votos; Max da AABB (PSB) 6.667; Pastor Oliveira (PRB) 6.486 votos; Cristina Almeida (PSB) 5.883 votos; Augusto Aguiar (PMDB) 5.803 votos; Jory Oeiras (PRB) 5.721 votos; Charles Marques (PSDC) 5.704 votos; Mira Rocha (PPB) 5.654 votos; Ericláudio (PRB) 5.616; Rosely (DEM) 5.480; Jaime Perez (PRB) 5.360 votos; Luciana (PHS) 5.146 votos; Moisés Souza (PSC) 5.111 votos; Edna Auzier (PROS) 5.058 votos; Maria Góes (PDT) 5.028 votos; Raimunda Beirão (PSDB) 4.874 votos; Kaká (PTdoB) 4.843 votos; Fabrício Furlan (Psol) 4.294 votos; Pedro da Lua (PSC) 4.168 votos; Professor Lemos (Psol) 4.105 votos. .
Foram 100% dos votos apuradas em 1.461 sessões eleitorais no Amapá Urnas 1.444 Eleitores que compareceram 407.846 (89,56%); Abstenção: 47.522;  Brancos: 6861. Nulos:7.704.
Serviço:
Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Elton Tavares

Registro

Alcilene Cavalcante em 06 de outubro de 2014

Fiquei impressionada negativamente com o resultado da eleição da bancada federal.

Por conhecer o trabalho da bancada, lamento profundamente a não eleição dos atuantes Dalva Figueiredo, Milhomen, Bala Rocha, Luiz Carlos e Fátima Pelaes.

Parlamentares com boas atuações e que se mantiveram distantes dos escândalos de Brasília.

Que os eleitos, mantenham o nível do trabalho, e não envergonhem o Amapá e os amapaenses.

Que sistema político mais injusto esse do Brasil. A deputada Fátima Pelaes teve mais votos que quatro dos que se elegeram, e não entrou.

Passa no blog de Alcinéa

Alcilene Cavalcante em 06 de outubro de 2014

Notícias da eleição, lista dos eleitos, bastidores, crimes eleitorais, leia no blog de Alciná www.alcinea.com

Randolfe fala ao Repiquete

Alcilene Cavalcante em 05 de outubro de 2014

Depois da desistência da candidatura a presidente, o senador Randolfe Rodrigues esteve distante das eleições majoritárias.

Mas no sábado, às vésperas das eleições gerais no Brasil, Randolfe falou ao blog Repiquete no Meio do Mundo, sobre a neutralidade no primeiro turno e a atuação no segundo turno.

randolfe-rodrigues-no-poder-e-politica-1341530698031_956x500

 

Por que a neutralidade nas eleições para o governo do Amapá?

Em 2012 eu me envolvi com todas as forças na eleição do prefeito Clécio. Os atores políticos que apoiaram Clécio no segundo turno, principalmente Camilo e Lucas, solicitaram que eu não fosse candidato em 2014. E eu assumi esse compromisso. E acho que na política, como na vida, a gente tem que honrar os compromissos assumidos. Esse compromisso me levou a não ser candidato e também a não me envolver.

Neste domingo, às 17:01H, encerra um ciclo eleitoral, no qual honrei todos os compromissos políticos que assumi.

E o segundo turno?

Não sei quem será o segundo a se colocar na trincheira contra Waldez Góes no segundo turno, eu só sei que eu serei o primeiro. Estarei no palanque incondicionalmente, contra a volta ao poder daqueles que levaram o Amapá à maior vergonha e ao maior atraso de sua história.

Por que o sr desistiu, afinal, de ser candidato a presidente, tendo sido indicado pelo PSOL?

A minha pré-candidatura foi definida em dezembro passado, no 4º Congresso Nacional do PSOL. Obtive 53% dos votos congressuais sobre a própria Luciana Genro. Pretendia que a candidatura apresentasse um novo projeto democrático e popular, que reunisse os setores progressistas da sociedade brasileira e unificasse o PSOL. Mas entendi que o propósito da candidatura era produzir um rearranjo de forças dentro do PSOL e colocar uma candidatura que fosse à esquerda das esquerdas. Diante disso, percebi que não seria o meu nome que melhor cumpriria esse objetivo, e  devolvi a candidatura.

Coluna Café com Notícia

Alcilene Cavalcante em 05 de outubro de 2014

* Ana Girlene

Girlene-Cafe-G1-foto

Surpresas

Ao que tudo indica este domingo de eleições será emocionante até o final da apuração. Os números da última pesquisa Ibope, com um novo desenho na corrida ao Setentrião e o empate técnico entre Gilvan (PMDB) e Davi (DEM) na disputa por uma cadeira no Senado, eram os ingredientes que faltavam para tornar este 5 de outubro pra lá de eletrizante.

Emoção

A projeção de eventual 2º turno entre Waldez (PDT) e Camilo (PSB) agitou a militância dos dois candidatos, especialmente os pessebistas. Tão logo os números do Ibope saíram, Camilo (PSB) postou no Facebook: “(…) apesar de ter informações que não batem com nossas pesquisas internas revela um dado inquestionável: estamos no segundo turno. É bom lembrar que na última pesquisa aparecíamos com 15% e em terceiro lugar. Desta vez aparecemos com 23% e na segunda colocação”, comemorou.

Confiantes

Entre os pedetistas reina o discurso de que os números do Ibope estariam muito próximos das pesquisas de consumo interno, e que ainda é possível uma definição em 1º turno. Para isso, o candidato a governador WG teria que obter 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial, quando são excluídos os votos brancos e nulos.

Desconfiança

Por outro lado, na campanha de Lucas (PSD), a análise é de que o Ibope traz números bem distantes da realidade. Consideram “impossível” o candidato ter estacionado em 17%. Ainda assim, debruçados sobre a projeção em 2º turno entre WG e LB, utilizam a margem de erro da pesquisa para defender empate técnico na tentativa de atrair o chamado “voto útil”.

Diabinho

Bruno Mineiro (PT do B) foi vítima do famoso “diabinho”, infelizmente muito comum em véspera de eleições. Uma carta postada nas redes sociais, sobre suposta renúncia do candidato, rapidamente se espalhou. Falsas notícias circulam numa velocidade alucinante, especialmente turbinada pela onda do whatsapp. Para diminuir o estrago, Bruno lançou nota de esclarecimento garantindo seguir firme na campanha.

Holofotes

A imprensa nacional está especialmente interessada na disputa local ao Senado. O site da revista Veja destaca que “No Amapá, opostos ideológicos se unem contra Sarney”, atribuindo ao senador a Randolfe (PSOL) a ideia de lançar Davi (DEM) para enfrentar Gilvam Borges (PMDB). A matéria é da jornalista Mariana Zylberkan, que veio acompanhar as eleições no Estado.

Corrupção

Em tempo, é sempre bom reforçar a campanha sobre as consequências do voto. “As pessoas deveriam estabelecer alguns critérios na hora de escolher o candidato: veja quem o financia, qual a sua vida pregressa, se responde por atos de improbidade, enfim, as pessoas precisam ter noção que o custo da corrupção é externamente alto. No Brasil são desviados R$ 130 bilhões/ano”, destaca o procurador de Justiça Márcio Alves.

Cérebro

Presidente do TRE, desembargador Raimundo Vales, vai direto ao ponto: “Sou totalmente contra o voto obrigatório. Assim como sou contra a pessoa ir para urna votar branco ou nulo. Eu quero que a população leve o dedo e o cérebro para votar. O cérebro, principalmente!”, disse em entrevista ao Café. Para os candidatos, um alerta: “Muito cuidado, pois podem perder tudo com boca de urna”.

Raimundo Vales

Rosa

Campanha “Outubro Rosa” intensifica os alertas sobre o câncer de mama. Médico mastologista Mauro Secco, vice-presidente Norte da Sociedade Brasileira de Mastologia, informa que especialistas indicam a mamografia para todas as mulheres a partir dos 40 anos. “Mas, infelizmente, o SUS só cobre o exame a partir dos 50 anos, o que atrasa o diagnóstico e dificulta o tratamento. Fazem isso para economizar, como se uma vida tivesse preço”, critica.

Expresso

“Em casos de corrupção, penso que o sujeito deveria ficar preso até que se resgatasse tudo o que foi desviado” Márcio Alves.

“Nada de relevante foi discutido. As questões periféricas dominaram o debate eleitoral ate aqui” Raimundo Vales sobre o nível dos debates até aqui.

Pesquisa Data Folha para Presidência da República revela que 40% dos eleitores não sabem o número de seu candidato. Sendo assim, melhor preparar sua “colinha”.

Pleno do TJAP recebeu, por unanimidade, mais uma denúncia do MP-AP contra deputados estaduais por uso ilegal de verba indenizatória.

 

MPE/AP apreende R$ 5 mil e encaminha familiares de Roseli Matos à PF

Alcilene Cavalcante em 05 de outubro de 2014

 

05/10/2014 – Abordagem aconteceu no bairro Elesbão, em Santana
MPE/AP apreende R$ 5 mil e encaminha familiares de Roseli Matos à PF

Material e dinheiro apreendidos durante abordagem de promotores eleitorais e PM

Por volta das 22h deste sábado, 4 de outubro, o Ministério Público Eleitoral (MPE/AP) apreendeu cerca de R$ 5 mil em dinheiro, agenda de contabilidade e material de campanha da candidata Roseli Matos (DEM). O valor e os objetos foram encontrados após abordagem a dois carros no bairro Elesbão, em Santana. Nos veículos, estavam, entre outras pessoas, familiares da deputada estadual.

Cerca de R$ 2 mil foram encontrados nos bolsos de dois dos cinco homens abordados. O restante, nos carros. A quantia estava separada em blocos de R$ 100. Questionados, não conseguiram explicar a origem do dinheiro. Um deles sequer sabia quanto carregava consigo. Na agenda, havia nomes de pessoas e anotações de valores e de municípios do Estado.

A abordagem foi feita pelos promotores eleitorais Elissandra Verardi, Gisa Veiga, Nilson Costa e Silvia Canela, com apoio de policiais militares. O material foi apreendido e as pessoas conduzidas para a Polícia Federal a fim de prestar esclarecimentos.

Denúncias – Durante toda a madrugada, até o fim do pleito, o MPE/AP recebe e apura denúncias. Para comunicar ilícitos, o cidadão pode ligar para (96) 3213 7888 ou mandar mensagem para o WhatsApp (96) 8414 0300.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Amapá
(96) 3213 7815
prap-ascom@mpf.mp.br
Twitter: @MPF_AP

Ibope aponta segundo turno entre Waldez e Camilo. Uma breve análise

Alcilene Cavalcante em 04 de outubro de 2014

Saiu ontem a última rodada de pesquisa do Ibope do primeiro turno, encomendada pela Rede Amazônica

Waldez (PDT) – 42%

Camilo Capiberibe (PSB) – 22%

Lucas Barreto (PSD) – 17%.

Bruno Mineiro (PT do B) – 9%

Jorge Amanajás (PPS) – 3%

Décio Gomes (PCB) – 1%

Genival Cruz (PSTU) – 1 %

Branco/nulo: 1%

Não sabe/não respondeu: 4%

No levantamento anterior, realizado pelo instituto nos dias 09 e 11 de setembro, Waldez tinha 37%, seguido por Lucas Barreto (17%) e Camilo Capiberibe (15%).

Senador

Gilvam (PMDB): 32%
Davi Alcolumbre (DEM): 30%
Dora Nascimento (PT): 12%
Promotor Moisés (PEN): 8%
Minha opinião sobre a pesquisa.

Não acredito que Waldez tenha 42%. Acho que tem menos. Não acredito que Genival esteja empatado com Décio com 1%. Acho que tem mais.

As urnas podem mandar para o segundo turno Waldez com menos do que aparece na pesquisa do Ibope, e Camilo vai com mais.

Gilvan e Davi estão tecnicamente empatados e percebo que Davi está levando a melhor nessas últimas horas que antecedem o pleito. As 16 rádios e TVs de Gilvan Borges estão fora do ar por decisão da justiça. Essas emissoras tem um enorme peso em desequilibrar o pleito a favor dos seus candidatos e em desfavor dos adversários.

E vejo um forte movimento entre os eleitores da coligação de Camilo Capiberibe, na direção de Davi, pra derrotar Gilvan e seu padrinho Sarney.

Segundo turno

Zera a eleição e começa de novo.

Penso que Camilo tem mais condições de arregimentar apoios. Ao começar a campanha e até hoje, ele conseguiu diminuir muito a rejeição, que era seu maior problema, e era trabalhada principalmente pelos veículos de comunicação de Gilvan Borges. Com o horário eleitoral e a campanha nas ruas, foi possível levar a rejeição a patamares normais, de quem está ou esteve no executivo. E Camilo tem o governo e a prefeitura aliada, para negociar espaços políticos com os que não forem eleitos, e também com proporcionais eleitos.

Vamos espiar que a eleição já é amanhã.

 

 

Reflexões sobre as eleições 2014

Alcilene Cavalcante em 04 de outubro de 2014

*Charles Chelala. Professor. Economista. Mestre em Desenvolvimento Regional

Charles Chelala

 

Pela sétima vez consecutiva chegamos às eleições gerais no Brasil, contando desde a redemocratização. Poderíamos até considerar esta a oitava, se incluíssemos a escolha de Tancredo Neves no Colégio Eleitoral em 1985, após a histórica mobilização na campanha das “Diretas Já!”.

Nesta nova saga democrática, pode-se afirmar que evoluímos em muitas aspectos da politica nacional, mas retrocedemos em outras. Nas primeiras eleições deste ciclo os temas eram mais profundos e as matizes político-ideológicas dos candidatos mais bem definidas. Hoje, vejo a preponderância do marketing sobre a política, relevando-a a segundo plano conforme as estratégias de conquista da opinião pública. Ainda assim, desembrulhando a embalagem, é possível identificar o conteúdo político de cada candidatura.

Como escrevo esta coluna no sábado, véspera das eleições, gostaria de refletir com meus leitores alguns temas sobre o pleito. Nas eleições presidenciais, teremos a candidata à reeleição Dilma Rousseff no segundo turno contra Marina Silva ou Aécio Neves, na mais acirrada disputa pelo segundo posto desde 1989, quando Lula superou Brizola por menos de um ponto percentual, vindo a perder para Collor no segundo turno.

Em que pese a perda de capital político nos três mandatos do PT, este conseguiu se consolidar nas camadas menos favorecidas do tecido social e se afirmar em amplas regiões geográficas do país. Nestas eleições tem sido essencial o excelente desempenho em Minas Gerais, além de terem conduzido corretamente a “desconstrução” de Marina.

A candidata do PSB foi inflada pela comoção nacional após a tragédia de Eduardo Campos. A atual trajetória de queda revela que sua tarefa, caso passe ao segundo turno, terá de ser maior do que apenas arrebanhar os votos anti-PT, mas a de convencer o eleitor comum de que é capaz de liderar o país. Se couber a Aécio a vaga no segundo turno, caberá a ele aprofundar o tom que marcou sua campanha, em especial nos temas “economia” e “corrupção”, nos quais tem alicerçado suas posições.

Em escala local, a última pesquisa Ibope revela que deverão passar ao segundo turno Waldez e Camilo. Os três candidatos de terceira via não conseguiram se viabilizar, talvez porque neste pleito tenha ocorrido, ainda que tardiamente, uma polarização entre os dois partidos que se alternaram nos últimos governos. Tudo indica que o segundo turno deverá ser pautado pela comparação entre os governos e deverão vir à tona temas que ficaram menos evidentes no primeiro turno.

Finalmente, uma das definições mais emocionantes destas eleições é a acirrada disputa pelo Senado entre Gilvam e Davi. O hiato deixado pela ausência de Sarney concorrendo diretamente no pleito proporcionou esta interessante contenda, com um impressionante crescimento de Davi da última pesquisa um mês atrás. Como não há “segundo turno” para o Senado, já se observa claramente (nas ruas, discursos e redes sociais) migrações de voto útil, que serão decisivas na definição do eleito.

Um bom domingo de eleições a todos!