Repiquete no Meio do Mundo

Um blog feito na esquina do Rio Amazonas com a Linha do Equador, no Amapá.

Do rolêzinho de domingo

Alcilene Cavalcante em 07 de abril de 2014

Em nosso domingo, de pais com filhos que moram fora, sempre “rola um rolêzinho” pela orla, bairros ruas para espiar como está a cidade.

E é bom ver nossa cidade mais limpa, mais sinalizada. Gostei de ver as praças limpas, capinadas, mesmo estando em período chuvoso, e mais bem cuidadas. Ainda falta muito para organizar. Mas muito mesmo.

PracaBarao-foto-6

E ok. A cidade está cheia de buracos e já disse aqui: resultado de anos de asfalto sonrisal que era colocado nas ruas a cada campanha política e que não resiste às fortes chuvas amazônicas.

O tapa-buraco, meus amigos, é parece analgésico. Alivia a dor, mas não cura a doença.

E como diz a sociológa Fabíola Penafort no twitter:

“Operação tapa buraco NUNCA vai resolver o problema dos buracos. Só existe uma solução: recapear a cidade TODA…ou seja, senta e chora”.

fabíola_n

Penso ser esse o dilema do prefeito Clécio.  Atender o clamor da população que sofre com os buracos, mesmo sabendo que chuva vence esse asfalto.

 

Os flashes da emocionante posse de Carlos Tork no cargo de desembargador

Alcilene Cavalcante em 07 de abril de 2014
Familia

Familia

Des. Carmo Antonio

Des. Carmo Antonio

 

 

 

 

Governador Camilo

Governador Camilo

Recebendo a toga

Recebendo a toga

Posse-tork

Desincompatibilização

Alcilene Cavalcante em 07 de abril de 2014

Prefeitura de Macapá teve baixas importantes em seus quadros, que saíram dos cargos para disputar eleição.

Dorinaldo Malafaia, da Saúde, que vai disputar vaga de deputado estadual. Paulo Lemos, da administração, que estava desenvolvendo um ótimo trabalho, vai disputar vaga de deputado federal. Jorge Maciel deixou Instituto Municipal de Políticas de Promoção de Igualdade Racial (Improir). E Charles Chelala deixou a secretaria de  Governadoria e Recursos Extraordinários (Segov), para disputar o governo do estado.

Charles Chelala

Secretários

Na Unifap

Professor José Carlos Tavares, também deixou o cargo de reitor da Unifap, depois de desenvolver um grande trabalho, para disputar vaga de deputado federal pelo PC do B.

O vice-reitor Antonio Filocreão assumiu a reitoria da Unifap.

Desembargador Carlos Tork

Alcilene Cavalcante em 04 de abril de 2014

E hoje o amigo Carlos Tork toma posse no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Amapá.

Foi uma disputa bonita, de alto nível, democrática, bem conduzida pela OAB-AP, e que a sociedade do Amapá acompanhou.

Depois de ser escolhido em lista sêxtupla pelos colegas advogados, Tork compôs a lista tríplice do Tribunal de Justiça do Amapá, junto com outros dois grandes profissionais:  Paulo Santos e Marcelo Porpino.

E foi o escolhido pelo governador Camilo Capiberibe.

Tenho certeza que Tork irá honrar a função e engrandecer o Tribunal de Justiça do Amapá.

Da grife

Temos um grupo de amigos, dos tempos de faculdade e de movimento estudantil, que nos autodenominamos “grife”. Adoramos nos reunir pra falar sobre o Amapá, sobre o Brasil, rir, falar besteira, falar sério, dividir afetos e fortalecer amizades.

Pois é. A grife está representada e orgulhosa do amigo.

tork (8)-1

Parabéns Sua Linda!

Alcilene Cavalcante em 04 de abril de 2014

Champagne-images

Blog está alegre porque hoje faz aniversário a querida Andréa Saraiva.

Amiga generosa, inteligente, batalhadora, alegre, daquelas que fazem todo programa ficar mais divertido. Seja ir tomar um suco verde, olhar vitrines pelo shopping, caminhar na orla, jogar conversa fora ou falar de economia e desenvolvimento.

Andréa é economista e empresária. Uma baiana, que adotou o Amapá e por ele foi adotada há alguns anos.

Parabéns Andréa. Um caminho de luz e cores, sob as maravilhosas bênçãos de Deus,  pra você e sua família.

Andrea_n

Governador Camilo nomeia a engenheira Laura Salime como nova gestora da Setrap

Alcilene Cavalcante em 04 de abril de 2014

O governador Camilo Capiberibe nomeou no início da noite desta quinta-feira, 3, como nova gestora da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap) a engenheira civil Laura Salime Hage de Souza. Ela assume a vaga do deputado estadual Bruno Mineiro, que retornou para a Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 2.

“Quero agradecer ao deputado Bruno Mineiro, que conseguiu realizar grandes avanços à frente da Setrap. Ao mesmo tempo, quero desejar sucesso à nova gestora, que tem a missão de iniciar avanços importantes como a pavimentação da BR-156 trecho Sul, a conclusão do trecho Norte e a finalização da Rodovia Norte/Sul, a principal obra de mobilidade urbana da história do Amapá que está em construção”, ressaltou o governador.

Currículo

Laura Salime Hage de Souza tem 37 anos de idade. Natural do município de Santana/AP, é formada em Engenheira Civil pela Universidade da Amazônia (Unama); tem mestrado em Engenharia de Transportes pela Universidade de São Paulo (USP) e exerceu o cargo de diretora de Transportes na antiga EMTU da Prefeitura de Macapá, no período de 2001 a 2005.

Atualmente, é engenheira efetiva do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), desde 2006.

A Insustentável Leveza do Ser

Alcilene Cavalcante em 04 de abril de 2014

*Marco Chagas. Geólogo. Professor. Doutor em Gestão Ambiental

Marco-Laila-CIMG4727

 

 

 

 

 

Os ideais da “Primavera de Praga” permanecem inabalados. Seria possível uma forma de organização social onde as pessoas agissem de acordo com a própria consciência na busca da felicidade coletiva e não limitadas por regras impostas por representações políticas? “A Revolução dos Bichos” respondeu a esta hipótese. “Todos somos iguais, mais uns poucos são mais iguais que outros!”

A experiência do Butão é revolucionária ao adotar o Índice de Felicidade Interna Bruta (FIB) em substituição ao Produto Interno Bruto (PIB). O índice mede é a satisfação pessoal do cidadão, levando em consideração a boa governança, a educação, os valores morais, a vida comutaria, entre outros.

A iniciativa do Butão vem influenciando outros países. A Finlândia, por exemplo, um dos maiores PIB do planeta, lançou recentemente um manifesto denominado “A política da felicidade”, propondo que os governos coloquem a busca pela felicidade no centro de suas agendas, no lugar da economia.

O brilhante economista amapaense e professor da UNIFAP, Antonio Teles Júnior, realizou ousada pesquisa sobre a felicidade dos macapaenses. A pesquisa foi ignorada pelo poder público, como se a busca da felicidade não fizesse parte das aspirações da sociedade e das consequentes ações de governo.

O que diferencia as representações políticas é a capacidade de observar fatos (conhecimento científico e outros saberes) e tomar decisões. Não existe resposta sem observação. É assim na natureza. É assim na sociedade.

As notícias estampam: “águas do rio Amazonas invadem a orla de Macapá.” Não seria o contrário? Meu velho dizia: - estou indo trabalhar! Ia de canoa. Morávamos no torrão do bairro alto, próximo da praça do cemitério, hoje da catedral.

Não esqueço a frase de César, filho de Maria Nazaré Mineiro, dita no Laranjal do Jari nos idos dos anos 90, quando discutíamos as respostas para os problemas das enchentes locais: - vocês precisam aprender que esse é o lugar das águas e não podemos nos defrontar com ela e sim nos aliar a ela!

Há alguém que discorde do César? Há alguém que acredite que melhoramos nosso lugar pela observação dos fatos? Há alguém que diga que somos mais felizes hoje do que na época da canoa do meu velho, dos nossos velhos? Pode ser que isso não tenha nada há ver com felicidade. Talvez seja saudade, mas saudade também pode ter muitos significados, como canta Cesaria Evora:“Sodade… esse caminho longe”.

As representações politicas não observam fatos. Atuam de acordo com a inconsciência momentânea dos problemas que se acumulam e das respostas incompletas ou não dadas. Isso é tragédia anunciada em um tempo qualquer!

A Primavera de Praga poderá se revelar por aqui durante a copa dos estádios bilionários, mas é bom continuar dando ração aos porcos até que a felicidade seja um fato público possível.

Patrulha do som, urgente!

Alcilene Cavalcante em 04 de abril de 2014
  • Veneide Cherfen, Bibliotecária e Advogada

 

Banda-B-foto-4

 

Até quando você vai aceitar ser perturbado pelo barulho dia e noite?

É horrível ser acordado com um carro que passa à noite com o som pelas alturas.

Vários estudos têm demonstrado a ocorrência de fadiga excessiva, estresse, comportamento agressivo de pessoas que frequentam ambiente ruidoso.

Ouvir música em um volume normal, abaixo de 40 decibéis, a sensação de som é boa. Mas, não se pode ler ou ouvir tranquilamente uma música sem ser incomodado pelo som infernal de um carro que passa ou de um vizinho barulhento.

Os proprietários de áreas de lazer tentam proibir a presença do som automotivo mas, eles mesmos, esquecem de controlar o volume de suas músicas.

A poluição sonora, infelizmente, não se limita aos carros ou ao vizinho. As academias de ginástica e algumas igrejas colocam seus amplificadores muito altos. A pessoa que desafia a lei em matéria de poluição sonora é capaz de desobedecer as leis de trânsito e outras. Esse tipo de gente é a mesma que bebe em excesso e dirige bêbada; é a mesma que joga lixo nas ruas, nas estradas e nos canais.

Você tem coragem de pedir para as pessoas às duas, três ou quatro horas da manhã para reduzir o som de seu amplificador? Esses comportamentos são geralmente associados à bebida e você pode correr um grande risco de vida. A polícia nem sempre está disponível nas imediações. Em 2013, um homem de uma certa idade foi morto simplesmente porque queria dormir!

Não podemos permitir que o Amapá continue vítima da ditadura desses inconscientes.

A Comissão de Legislação Participativa (CLP) da Câmara dos Deputados tem Projeto de Lei visando a criminalização da instalação de aparelhagem de som em carros particulares, que possa ultrapassar os níveis permitidos na resolução n°804/2006 do CONTRAN. O que falta para ser transformado em lei? Interesse? Porém, não faltam leis, decretos-leis e resoluções para coibir a poluição sonora e a perturbação do sossego. É só fazer uso aplicando-as severamente como fazem os estados abaixo exemplificados.

Poluição sonora simplesmente é “poluição”; como tal, é objeto da tutela penal prevista no artigo 54 da Lei nº 9.608/98. Em Cuiabá, aplica-se este artigo para combater o som alto. Lá, quem cometer este “crime” é penalizado com seis meses a um ano de detenção, ou prestação de serviços.

Em Maringá, no PR, e em Osasco, em SP, foi criada a “Patrulha do Som” com autoridade para apreender o veículo e aplicar multa. O trio elétrico pessoal, ou melhor, o carro com o equipamento de som é apreendido. O infrator paga multa de quase R$ 1.000, leva 7 pontos na carteira e responde a processo criminal. Para recuperar o carro apreendido, além de ter que esperar até a quinta-feira da semana seguinte, o dono terá que desinstalar o sistema de som. Fonte: O Diário de Maringá.

Salvador aplica o Decreto-Lei 3688/41, Lei das Contravenções Penais para a perturbação do trabalho ou do sossego alheios. A pena neste caso é prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa. Fonte: O Diário de Maringá.

Aqui em Macapá foi criada a Delegacia Itinerante do Meio Ambiente cujos telefones são: tel. 2101-2342 e 2101-2317.

Estado e Prefeituras, a Patrulha do Som, com autoridade para apreender o veículo ou o som dos barulhentos e aplicar multa, seria mais uma opção para combater a poluição sonora.

 

Bancada amapaense recomeça ofensiva no STF pela votação do Plano Collor

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), e os deputados Evandro Milhomen (PCdoB), Luiz Carlos (PSDB), Davi Alcolumbre (DEM) e Vinicius Gurgel  reuniram-se nesta quarta-feira (02) com o Ministro do STF, Gilmar Mendes.

A reunião foi mais uma ofensiva da bancada do Amapá para que o STF coloque com celeridade na pauta de votações do Supremo o processo referente ao Plano Collor. Gilmar Mendes é o relator do processo que envolve os servidores do Estado do Ceará e consequentemente se aplicará aos servidores do Amapá.

 

Com a conclusão do processo da AP 470, conhecido como o Mensalão, a pauta de julgamentos do STF poderá voltar a analisar diversos processos que constavam como prioritários na pauta de Julgamentos. “O Plano Collor está entre essas prioridades”, disse Gilmar Mendes aos parlamentares.

Para o senador Randolfe,  após o encontro ficou a certeza de que em breve Gilmar Mendes apresentará seu relatório e colocará para análise do STF esse processo.

bancada


Gisele Barbieri

Benção

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

O

Placa com Oração na Igreja de Nova Tentro- SC, cidade de Santa Paulina.

Registro

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

Blog registra o digno e memorável trabalho que a Associação dos pais e amigos dos Autistas tem feito no Amapá.

Articulação, conscientização, ações para educação, saúde e inclusão, fortalecem a Associação, dão visibilidade para que a sociedade seja parceira, e para que os autistas tenham melhor atendimento.

A AMA-AP foi criada em 2007, e hoje atende mais de 200  autistas que recebem tratamento de assistentes sociais, terapeutas, pedagogos, psicólogos e voluntários.

Frank-img_6671

Frank Benjamin, presidente da AMA-AP

Águas de abril

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

O Rio Amazonas invade a cidade, e as ressacas querem expulsar quem ousou se fincar em seu caminho.

Chuva e maré alta. É a natureza, forte e independente.

 

1-rio-foto 1-Narjara

Fazendinha
Fazendinha

Fazendinha

Fotos: Narjara Costa e Marileia Maciel.

No páreo

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

Promotor de Justiça Moisés Rivaldo, se desincompatibiliza da função para concorrer ao cargo de governador do estado.

Moisés vai para o quadro de inativos do Ministério Público do Amapá e tem a prerrogativa de se filiar a partido político até o próximo dia 05.

Ele está conversando com vários partidos, analisando os que têm interesse em apresentar candidatura própria.

Plenário Dalto Martins

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

Assembleia Legislativa do Amapá aprovou projeto do deputado Michel JK (PSDB), que denomina “Deputado Dalto Martins” o plenário daquela Casa de Leis. O médico e político Dalto Martins foi deputado estadual por três mandatos e morreu no dia 20 de abril de 2012 em um acidente aéreo.

DaltoMartins

LIBERADA Emenda para construção da Praça Samaúma

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

Em 2012, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) destinou R$366.100,00 ao Governo Estado do Amapá para construção de uma praça em Macapá – a Praça da Samaúma, localizada aos arredores do novo prédio do Ministério Público Estadual, no Araxá. Nos três anos de mandato o senador já alocou cerca de R$44 milhões em recurso para todo o estado, deste total mais de R$13 milhões para infraestrutura.

O projeto além de cumprir a função de trazer mais uma opção de lazer para a população será também um local de recuperação da urbanização, que poderá ser apontado como uma referência para o município. A praça foi toda projetada para valorização das nossas raízes, com: uma área de preservação da mata originária, um jardim de sentidos, o caminho das águas e um orquidário, além de um destaque especial para a árvore Samaúma, escolhida como símbolo da instituição.

 

“Além de saúde e educação o provo precisa de lazer, de saber de onde veio e para onde vai. Essa praça vai guardar um dos nossos tesouros, a Samaúma. Ameaçada pela exploração de madeira, teremos um exemplar da árvore chamada ‘Mãe da Floresta’, nos lembrando sempre das nossas origens”, afirmou o senador.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura do Estado, após a liberação do recurso, será iniciado o processo de licitação, previsto para maio e seguindo o cronograma de obras a previsão de término é de oito meses.

Samaúma (ou Sumaúma) – é uma das maiores e mais belas árvores tropicais do mundo. A gigante da floresta atinge de 35 a 45 metros de altura. Tem um grande porte e é frondosa, considerada sagrada para o antigo povo Maia e para os habitantes da floresta.


Carla Ferreira – Assessoria

Protesto de poeta nua é tirado do ar

Alcilene Cavalcante em 03 de abril de 2014

A atriz e poeta amapaense Carla Nobre, fez uma foto nua e postou em seu perfil no Facebook, ilustrando um soneto e engrossando a campanha “Não mereço ser estuprada”, de protesto aos resultados da pesquisa do IPEA – Instituto de Pesquisa Aplicada que demonstrou que 65,1% dos brasileiros concordam, total ou parcialmente, que as mulheres que mostram o corpo merecem ser atacadas.

O protesto de Carla foi retirado do ar, pelo Facebook.

CarlaNobre-1-foto 2

 

Alerta da Defesa Civil Municipal

Alcilene Cavalcante em 02 de abril de 2014

A Defesa Civil Municipal alerta para possibilidades de alagamentos em pontos críticos da cidade, devido à incidência de fortes chuvas combinadas com maré alta durante os próximos cinco dias.

 

Recomenda-se aos moradores das áreas de ressaca que adotem medidas preventivas, acionando o Corpo de Bombeiros em caso de necessidade de remoção para locais seguros. A Defesa Civil também orienta aos condutores de veículos que evitem trafegar por vias que estejam alagadas.

 

Em caso de necessidade acionar a Defesa Civil Municipal pelo telefone 199.

 

Asscom PMM

Todo mundo quer

Alcilene Cavalcante em 02 de abril de 2014

E segue acirradíssima a disputa entre os partidos para ocuparem as secretarias cujos titulares se desincompatibilizam dos cargos para disputar eleição.

No governo, a disputa maior é pela Secretaria de Transportes e pela secretaria de Desenvolvimento Rural. Aliados querem indicar, mas o PSB também quer. Ano de eleição, é melhor que as pastas estratégicas politicamente fiquem em casa, pensam alguns socialistas.

Cristina ganhou festão de despedida na SDR

Alcilene Cavalcante em 02 de abril de 2014

A deputada Cristina Almeida reassume hoje seu cargo na Assembleia Legislativa do Amapá. E ganhou festão de despedida da Secretaria de Desenvolvimento Rural. Festa merecida, convenhamos.

Cristina estava trabalhando muito pra tirar o atraso de anos do setor primário do estado. Além do trabalho técnico e da gestão da política agrícola, ela aproveitou pra avançar sua base. Deve ser reeleita e bem votada.

Cristina é outra que fará falta nesse momento ao governo do estado.

 

Cristina_n

Amapaense fica em quarto lugar no Festival Nacional de Capoeira e Cultura

Alcilene Cavalcante em 02 de abril de 2014

O Festival reuniu mais de 200 capoeiristas dos estados do Amapá, Pará, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Goiás, Distrito Federal e Ceará, na cidade de Crateús, no Ceará, promovido Centro Cultural de Capoeira Raízes do Brasil

Os representantes do Amapá Jefferson Passarinho (Macapá) e Márcio Porto (Porto Grande) participaram na categoria absoluto, e disputaram ponto a ponto nos ritmos de Angola, Benguela e São Bento Grande, o mais esperado, com golpes velozes que empolgaram o público que lotou o ginásio do Sesc-CE. O Instrutor Jefferson Passarinho (Escola Conexão Aquarela) ficou em 4º lugar com 47,80 pontos.

Passarinho - capoeira