Veto Mantido e tomatada

Sociedade Civil se organizou, os vereadores ouviram a voz das ruas e mantiveram o veto do prefeito Roberto Góes ao projeto que ampliava o horário de fechamento de boates e danceterias para as cinco da matina.

Num gesto de grandeza, o autor do projeto, vereador Luizinho, do PT, também votou pela manutenção do projeto, mas quer uma audiência pública para debater o horário de fechamento de botecos, postos e lojas de conveniência que vendem bebidas, e também abertura de lojas do comércio no domingo. Aí, penso que misturou alho com bugalhos.

Mal na Tropa

O vereador Aldrin(PDT), se destemperou por que sempre foi a favor da ampliação do horário,  atacou o vereador Cléico Luis(PSOL) que sempre se colocou contra, e ofendeu a Polícia Militar, chamando os PMs de vadios e dizendo que os policiais não queriam era trabalhar. Foi vaiado pela população que estava na galeria.

O vereador parece que não sabe, mas os PMs não vão embora pra casa quando as boates fecham, eles trabalham até terminar seus turnos.

O comandante da Policia Militar, coronel Gastão Calandrini, respondeu à altura em entrevista ao jornal do SBT. Elegante e preparado, Calandrini disse que respeita as instituições e a Câmara de Vereadores como um todo, mas que repudiava a manifestação do vereador Aldrim, que revelava desconhecimento em relação a instituição Polícia Militar

Em defesa da tropa, o Coronel Calandrine disse ao blog, que como comandante da corporação falava em nome dos oficiais e praças, lamentando a fala de Aldrim contra a instituição que zela pela ordem pública e que tem o reconhecimento da sociedade.

Calandrine

  • Parabens à sociedade organizada, que junto com Ministério Púbico Estadual, mobilizou-se contra o retrocesso da lei felizmente vetada. E também à Câmara que soube se redimir da infeliz decisão anterior.

  • fico com pena daqueles que votaram nesse Aldrim infelizmente caminhamos para o caos politico neste Pais, cada vez mais temos o que a de pior na politica neste Estado e no Brasil.que deus me perdoe que vou falar mais so os militares pra dar jeito nesta bagunça generalizada no Amapa e no Brasil…pobre Aldrim(alienado, desinformado,despreparado e um mal politico.)

  • Caro Amiga Alcilene, não estou misturando alhos com bugalhos, a lei nº 027/2004 trata do funcionamento de todos os segmentos socioeconômicos de Macapá, agora lhe pergunto vc acha justo o comercio de funcionar aos sabados de tarde e domingos e feriados. Pergunte aos funcionarios se estão ali satisfeito, mesmo ganhando hora extra.É justo só fechar as boates e as lojas dos Postos de Combustiveis ficarem abertas 24 hrs. A Lei é para todos.

    • Prezado Luizinho, quando eu digo que vc misturou alhos com bugalhos, foi em relação ao que vc falou na entrevista do SBT, que assiti ontem, sobre o comércio abrir no domingo. Quanto aos outros empreendimentos do ramo acho que se vem bebidas geladas, para consumo imediato devem seguir os horários dos bares. Quanto ao comércio abrir sábado a tarde e domingo, acho que é outra coisa e outra discussão, nada haver com bebidas, drogas , transito, etc. Vou pensar melhor, quando a câmara começar a debater o assunto, e posto aqui minha posição. Aproveito a caixinha de comentário para parabenizar-lhe pela atitude de votar pela manutenção do horário depois de sentir que essa era a posição da sociedade, como me parece que ficou claro. Essa deve ser sempre a atitude de um representande da sociedade.No mais o espaço do blog está a sua disposição.

    • Não vejo uma relação próxima entre suas comprações. Boate é bem diferente de lojas, há funcionários insatisfeitos em todos os setores da economia mas ninguém é forçado naquilo que não gosta, os expedientes em finais de semanas e feriados é deliberado entre os sindicatos, mas que muito ajudam a vida que quem trabalha durante a semana e ajuda na manutenção dos próprios empregos deles. Sobre postos 24 horas, creio que não existe mais em Macapá, o da padre julio fecha as 2 da manhã. Pouca gente vai a boate somente e apenas para dançar, muitos saem dirigindo alcolizados e também não há controle dos menores de idade na entrada. As estatísticas estão aí, podem conferir no Blog do Bolero (rs). Abraços

  • Quanto a PM o coronel tem que parar de ir para mídia anunciar a segurança das ruas de Macapá e Santana.Isso coronel é a razão da existencia da policia militar(dar segurança aos cidadões).Festejar uma simples operação de transito,isso é coisa que só acontece em Sucupira.

  • Acredito que o debate é valido o vereador luizinho manifestou seu projeto, foi recusado no debate democratico, venceu a sociedade, vereador; vamos pensar um pouco, se levarmos em conta que o numero de pessoas que saem nas madrugadas buscando diversão, representam uma parcela muito pequena da população geral de macapá, a maioria da coletividade quer parar de correr riscos nas mãoes de inconsequentes bebados, que saem loucos de boites, pondo em riscos pais de familia, trabalhadores, isso não é justo, temos que mudar a cultura, não podemos aceitar que uma noitada termine sete horas da manhã, quase sempre em tragédia. Resta as autoridades fiscalizarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *