Pra quem é credor do estado ou de prefeituras, já está funcionando o Juizado da Fazenda Pública. Lá esses credores podem executar a dívidas de até 60 mínimos (30 mil). É só procurar o balcão dos Juizados nas agências do Superfácil (ex-CAP) que os atendentes estão preparados para preparar o pedido, e governo e prefeituras caloteiras terão que responder em juízo, podendo mesmo ter suas contas bloqueadas para o pagamento das dívidas.

Bom para as pequenas empresas e pequenos fornecedores e prestadores de serviços.