• Grande Luciano. É bom ver ele tirando o stresse, porque esse homem só pensa em como melhorar o processo eletrônico na Justiça do Amapá. Olha Lene, esse povo do Mato Grosso é bom de cozinha também. Abraços.

  • Vc, hein? Boa lembrança! Aquele bacalhau ficou ótimo, ainda mais regado a tweets enviados na hora! Só perdeu mesmo para a companhia dos amigos e o bom bate-papo naquela ocasião… Revanche em casa, ok?

  • Prezada Alcilene:
    O Amapaense é mesmo muito pavulagem. Um amigo meu que mora na França mas precisamente em Montpellier, veio passar um ano novo aqui em casa e o prato o principal da ceia era bacalhau. Conversa vai, conversa vem, e eu na minha pavulagem, eis que ele me revela que o bacalhau é um peixe de 5ª(quinta) categoria lá na França, e mais disse que qualquer gari, qualquer pessoa da classe baixa/baixa come bacalhau. Lá come-se como se fosse um peixe comum.

    • Claro, né? O peixe é das bandas de lá, normal que pra cá seja mais caro e lá barato..Vê quanto é o açaí nos EUA…

  • Como você diz, “vem dos lados de la”, normal? Na região onde moro temos receitas tipicas com bacalhau se você quiser mando a mesma é uma delicia e se chama AIOLI nos restos…. nem pergunte o preço?? Saudadades da minha terra e do açai.
    Ilka

  • Ulha!!! Conheço bem esse cantinho aí. A boca até encheu d’água da excelent e farta comida da tua casa… A Nêga deu espaço??? hihihihi Bj grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *