O processo eleitoral para a formação da lista ao cargo de procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), biênio 2019-2021, que será realizado nesta sexta-feira (7), utilizará, pela primeira vez no Estado, o Sistema de Votação Eletrônica Votus, desenvolvido pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

A eleição será realizada exclusivamente por meio eletrônico, via Sistema Votus, por meio de computador, tablet ou celular com acesso à internet, no horário de 8h às 14h. A abertura do processo eleitoral, com a impressão da zerézima, será a às 8h, na sala de reuniões da PGJ, no Edifício-Sede. No ambiente haverá um computador para os membros que preferirem comparecer ao local para votar.

Os candidatos à eleição são o atual PGJ, Márcio Augusto Alves, e a secretária-geral do MP-AP, promotora de Justiça Ivana Lúcia Franco Cei. Houve a desistência apresentada pelo promotor de Justiça Afonso Guimarães, inicialmente inscrito para o pleito.

Nesta quinta-feira (6), a Comissão Eleitoral, formada pelo procurador de Justiça Nicolau Crispino (presidente) e pelos promotores de Justiça Éder Abreu e Vinicius Carvalho, fez a validação do sistema, com suporte do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI). Houve a inserção de todos os dados necessários ao pleito, como os nomes dos candidatos e dos eleitores.

Os candidatos puderam acompanhar todo esse processo. “Estamos entusiasmados com a novidades desta eleição, trazida pelo Sistema Votus. Fizemos todos os testes necessários para que tudo ocorra dentro da maior normalidade e segurança. Lembrando que este sistema vem sendo utilizado pelo MP/DFT há mais de 15 anos e apresenta um ótimo resultado. Temos certeza de que aqui não será diferente”, avalia o procurador de Justiça Nicolau Crispino.

Como vai funcionar?

Os membros poderão votar em até 2 (dois) nomes. Haverá também a opção de votar em branco ou nulo. No dia da votação, o Sistema Votus poderá ser acessado de três formas diferentes:

  1. a) banner informativo que estará disponível na intranet, onde haverá um link que direcionará o membro para o Sistema Votus;
  2. b) do lado esquerdo da página do MP na intranet, clique em “Sistemas” e em seguida em “Votus”;
  3. c) link que será enviado no dia da votação para o e-mail funcional de todos os membros.

Para fazer o login no Sistema Votus, basta utilizar o nome de usuário e a senha utilizados para acessar os computadores do MP. A Comissão Eleitoral reforça que o voto é obrigatório, nos termos do artigo 11, § 3o, da Lei Complementar Estadual n. 79/2013.

SERVIÇO:
Ana Girlene Oliveira
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do AmapáContato: (96) 3198-1616

E-mail: [email protected]