Simon diz que teve medo do olhar de Collor

 

De Maria Lima, de O Globo:

Um dia depois de enfrentar a ira da dupla Renan Calheiros (PMDB-AL) e Fernando Collor (PTB-AL) no plenário, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) confessou nesta terça-feira que teve medo do olhar transtornado do ex-presidente da República, que durante as quase duas horas de embate, ficou logo abaixo da tribuna olhando diretamente em sua direção, com o semblante muito crispado.

Ele disse que em vários momentos lhe passou na memória a cena da tragédia que abalou Brasília na década de 60, quando o pai de Collor, o então senador Arnon de Mello, assassinou, com um tiro no peito, o senador acreano José Kairala, em plena tribuna.

Segundo os registros da época, o senador alagoano disparou três tiros contra seu inimigo político, o senador Silvestre Péricles, a 5 metros de distância.

Errou todos, mas atingiu sem querer Kairala, suplente que estava em seu último dia de mandato. Apesar do flagrante, a imunidade de Arnon de Mello o livrou de qualquer punição.

– É incrível! Me veio a imagem do pai dele, que atirou e matou o senador Kairala. Foi assustador, saia fogo dos olhos do senador Fernando Collor ali logo embaixo de mim. E eu não falei nada de mais dele, quando vi ele entrou correndo, completamente transtornado ! – lembrou Simon.

  • Um comentário, que merece no mínimo reflexão, foi postado no Noblat:

    “Simon acaba de cometer uma baixaria muito pior do que a de Collor, no dia de ontem. Não tem o direito de sugerir que o filho tenha o mesmo comportamento do pai. É a mesma coisa que Collor, agora, dizer que a mulher falecida de Simon era uma ladra contumaz. Leva a alguma coisa? Fora, Simon, e leva os outros junto com você!” Apelido: CORONEL – 4/8/2009 – 16:42

    Sei não, mas além do acima exposto, a postura de Simon me pareceu de extrema frouxura. Um HOMEM CORRETO não escuta aquilo caladinho, como escutou Simon ontem, A NÃO SER… que haja fundo de razão nas insinuações.

  • Eu também lembrei da mesma coisa, tanto que postei exatamente isso, ainda ontem. Até porque conheço algumas histórias, contadas por gente fazia parte do staff de Collor, quando da campanha em 1989. Mas, depois, lembrei que ele igualmente sempre deu uma de artista de quinta.

  • Essa eu ouvi na rádio CBN: “Todos os estados brasileiros possuem três senadores, menos o Maranhão que possui 4 e o Amapá que possui 2”.

  • O Senado Federal está parado devido a mídia nacional ao longo desses 6 meses mostrar a verdadeira face do Senador José Sarney,eleito pelo tão enganado Amapá,mas que só representa os interesses de seu Clã e de alguns poucos apadrinhados políticos,ele está tentando de tudo para se manter no poder,agora essa! nomeou Collor e Renan Calheiros como defensores de seus procedimentos anti-éticos e imorais,pois bem,chegamos ao fundo do poço,um renunciou a Presidência da República e o outro renunciou a Presidência do Senado,ambos não tem respaudo moral algum para defender “nosso” Coronézinho,basta de tanta hipocrisia,chega de tanta desfarsatez,essa situação já cansou todo individuo com o mínimo de senso crítico.

  • O Collor tava com a cara do “sete pelle”.Deu medo em mim que tava longe, imagina no Simon. Precisa ser exorcizado.Urgentemente.
    Muleke, que já acendeu vela.

  • Gente!!! Nunca esqueci o que o Collor fez no pouco tempo em que ele foi presidente, ele é doido mesmo, até a mulher dele o largou de medo. Ele brigou com todos da família, e agora ta novamente colocando os tridendes de fora. Não precisa ser psiquiatra para diagnosticar a cara que ele fez. Eu vi e deu medo.

  • Quem diria… estão juntinhos: collor que falava horrores do lula que falava mais horrores ainda do sarney que era mal falado pelo coisa ruim… VADE RETO COISA RUIM….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *