Seu Antônio dos Santos Palheta, 87 anos, recebeu um certificado de reconhecimento da Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur) pela sua contribuição e manutenção do meio ambiente na área de preservação do Boné Azul. O espaço, cuidado pelo aposentado, virou um bosque usado por toda a comunidade do entorno.

 

Para conhecer um pouco do espaço, chamado de Recanto das Árvores, é preciso saber um pouco da história do hoje aposentado Antônio Palheta, mais conhecido como seu Didó do Esporte. Tudo porque foi o primeiro morador de Macapá a participar da Corrida de São Silvestre. Ele nasceu em janeiro de 1930, na localidade de Gurupá, estado do Pará. Jovem, veio a Macapá, onde casou com a dona Maria Bernadeth Moraes Palheta, 83 anos. O amor ao esporte e a projetos sociais sempre rodeou o casal. Seu Didó foi um grande corredor e mostra com orgulho as suas medalhas e troféus.

 

Há 10 anos, eles se mudaram do Santa Rita para o Boné Azul e lá realizaram um grande sonho, cuidar de um espaço para a comunidade. O ambiente fica localizado em frente à Rua Laranjal do Jari, no conjunto Boné Azul. O que era uma área de mato e algumas plantas há dez anos, hoje possui uma casa e uma pequena horta. Além disso, o pequeno bosque tem bancos e balanços e árvores de jaca baia, cupuaçu, jerimum, limão, laranja, mangueira, jambo, banana, andiroba, madeira de lei. São mais de 150 espécies.

 

“Sempre amei o campo e gosto de cuidar. Antes, eu capinava, varria e cuidava de tudo com a minha esposa e filhos. Hoje, recebo ajuda de moradores e pagamos pelo serviço. Minha felicidade é ver as crianças e o pessoal das igrejas virem aqui para ler, cantar e se reunir”, conta seu Didó. O amor e o cuidado lhe renderam no sábado, 2, um certificado de reconhecimento por suas excepcionais contribuições de proteção ao meio ambiente e manutenção urbanística da área de preservação ambiental do Boné Azul.

 

“Eu fico muito emocionado por esse reconhecimento e sem palavras para agradecer. Obrigado ao secretário que tem nos ajudado com a limpeza e nos dado apoio. Esse é um momento muito importante da minha vida”, disse emocionado. Ele mostrou orgulhoso para a equipe da prefeitura os balanços, cadeiras, bancos e mesas, que fez para o bosque e para a sua casa. Acompanhou, mesmo com a dificuldade de locomoção, a visita ao bosque e a pequena lagoa.

 

“Ele é um amigo do meio ambiente por cuidar tão bem desse espaço e ter amor pelo que já fez e faz. Esse é um reconhecimento pela sua história de vida e por ser um exemplo de homem dentro da comunidade”, parabenizou o secretário de Manutenção Urbanística, Augusto Almeida. As esquipes da prefeitura irão fazer a manutenção no bosque sempre que necessário e ajudar a preservar o local, que é apreciado pelos nove filhos, mais de 29 netos e mais de 15 bisnetos do seu Didó.

 

Cássia Lima

Assessora de comunicação/Semur

Contato: 98104-9355

 

Fotos: Gabriel Flores

Prefeitura Municipal de Macapá

Site: www.macapa.ap.gov.br

Facebook: facebook.com/PrefeituradeMacapá