Sarau ilumina o do Largo

A Confraria Tucuju ilumina o centro histórico de Macapá nesta sexta-feira (28) com o I Sarau do Largo dos Inocentes de 2009. Uma grande mostra das manifestações artístico-cultutais do Amapá: exposição e comercialização de artes plásticas, artesanato, CDs, DVDs e obras literárias de artistas e escritores amapaenses, varal de poesias, folclore e gastronomia regional.

Sarau fará homenagem ao poeta Alcy Araújo

O lugar da poesia não é o esquecimento, por mais que às vezes por motivos vãos, esqueçamos que a poesia vem primeiro senão a vida é torpe. Alcy Araújo, o “poeta do cais”, fez de sua vida um eterno poetar. Jornalista e amante da boemia, viveu por 65 anos apenas nessa passagem pelo mundo, pouco e intensamente. Nesta sexta-feira (28), será revivido, porque lembrado é sempre, pela Confraria Tucuju no primeiro Sarau do Largo dos Inocentes de 2009. Nem pompa, nem circuntância, porque não é disso que vive a beleza, mas com sinceridade e reverência pelo talento e pela delicadeza dos versos do grande poeta.

Meu pai, Alcy Araújo
Meu pai, Alcy Araújo

Maria Elli e Rafael Boaventura abrem o Sarau

Maria Elli, cantora e compositora amapaense com mais de 18 anos de carreira. Participou de diversos festivais interpretando canções de compositores locais, premiada em 1º lugar no III SESCANTAMAPÁ e como melhor intérprete em dois festivais: III Festival Amapaense da Canção (FEMAC) e II Festival de Música do Servidor Público (FESTSERV). Maria Elli é Publicitária, atuante na área de comunicação elaborando jingles publicitários, alem de prestar assessoria de imprensa.

Rafael Boaventura é músico, cantor e compositor com 12 anos de atuação, apresentando trabalho de voz e violão e como vocalista e instrumentista de bandas em bares e casas de shows. Participou de diversos festivais, interpretando composições de sua autoria, sendo premiado com o 2º lugar no II Festival Jovem da Canção (FEJOCA), com apenas 15 anos.

Banda Kbana Texana faz a festa do Sarau

A banda Kbana Texana é uma formação recente, mas com músicos consagrados da noite amapaense. Um dos líderes da banda Casanova, Wildson (Bolachinha), no baixo e voz, Jota Lee na guitarra e voz, Magno nos teclados e vocais, Valério de Luca na bateria e Jormyr no teclado e voz. O quinteto faz um show resgatando a música popular dançante dos anos 60, 70 e 80.

Serviço:

Sarau do Largo dos Inocentes

Dia 28 de agosto de 2009

Às 20 horas

Márcia Corrêa

Jornalista colaboradora

  • Cara Alcilene e demais leitores, como leitor assíduo deste blog, quero pedir permissão para postar um comentário, que não diz respeito ao assunto acima, mas sim diz respeito a violência na nossa cidade. Anteontem dia 26, perdi um irmão barbaramente assassinado. Trata-se de MAURO CEZAR DA SILVA CORREIA, medico veterinário, bacharel em direito, professor, diretor da Escola Graziela Reis de Souza e Coordenador estadual do PROJOVEM, no Amapá, quando saia da escola por volta de sete e meia da noite, para sua residência, onde estava acontecendo uma reunião do ECC(Encontro de Casais em Cristo), grupo que ele junto a minha cunhada Sonia, eram partícipes assíduos, não retornando sendo encontrado já cadáver por volta das 16Hs do dia seguinte. Do seu carro nada foi roubado. Dos seus pertences, somente um aparelho celular. Foram deixados seus cartões de banco, dinheiro em pequena quantidade, o que nos deixa com um presentimento de execução, pois o intervalo entre o horário do ultimo contato com a Sonia (7 e meia ) e o horário que o seu carro foi abandonado no final da Rua General Ozório,atrás de um tapume onde está sendo construido uma pracinha em torno de 9 horas, dá cerca de uma hora e meia. Tempo em que meu irmão, uma pessoa que vivia do trabalho(em varias frentes, às quais desempenha
    va muito bem), sua casa e família, atividades ligadas a Igreja Católica, viveu momento de terror nas mãos de seus algozes. Não desejo para nínguem viver o que nós seus familiares e amigos estão vivendo.Temos confiança nas Polícias Civil e Militar, que em um primeiro momento irão pegar os autores materias do fato, e se se concretizar a minha suspeita de crime de mando, perpetrado por algum desafeto, chegar ao mandante.

  • CONT.
    Ao tempo que comunico que meu irmão MAURO CEZAR, está sendo velado na Capela Santa Rita, cercado pelos que o amam, respeitam, adimiram, e para concluir quero dizer: MANO VÁ COM DEUS. A NÓS RESTA UMA IMENSA SAUDADE E O ETERNO AMOR, FIQUE COM DEUS E QUE SAIBAMOS SUPORTAR A DOR DA PERDA. POIS VAI-SE A MATERIA, MAS O LEGADO, A LIÇÃO DE VIDA, FICARÃO INDELÉVEIS. Seu irmão e amigo Elson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *