*Helenilson Fonseca. Professor de francês. Viajante e colunista de viagem do blog 

Pra começar ela abriga pessoas de mais de 70 nacionalidades , é um imenso centro de entretenimento com galerias de arte, teatros( 180),cinemas centros culturais, museus, construções históricas , parques e é atração que não acaba mais.
Ela é linda, eu prefiro São Paulo à qualquer outra metrópole brasileira. Além das edificações, tem a pluralidade, o povo é gente boa. Sempre que eu vou, eu arranjo uma hora pra entrar na igreja de São Bento e ficar ali admirando os detalhes, sentindo a tranquilidade daquele ambiente bem no meio da selva de pedra.


A noite paulistana e a Avenida Paulista não cabem num post de uma só vez. Na Paulista, pra começar tem o MASP ( museu de arte de São Paulo -Assis Chateaubriand) com uma coleção de alto nível com obras de Van Gogh, Renoir , Monet… tá vendo? Não cabe num post.


25 de março
Santa Efigênia
Brás
Shopping, muitos shoppings
As compras são uma aventura, mas a oferta vale a caminhada.
Na zona Sul o Parque do Ibirapuera atrai todo o tipo de público. Desde os mais esportistas que utilizam as faixas de cooper e a ciclofaixa, ao mais cults, que frequentam a OCA, o Pavilhão das Culturas Brasileiras, o Museu Afro-Brasil, a Fundação Bienal, o MAC, o MAM .
São Paulo não fica nada atrás de outras metrópoles mundiais, é cultura, lazer , gastronomia, compras. Eu gosto demais, até moraria , parece que lá o mundo gira mais rápido, a vida acontece.

Degustação de Gim, na feirinha da Praça Benedito Calixto, aos sábados

Dia de Chorinho na Vila Madalena, com as cantoras Patricia Bastos d Karine Telles, no bar Filial