Blog registra com atraso, mas registra, os 70 anos da professora Elza Lima, celebrados no último dia 2.

De linda e atuante história na educação do Amapá, a professora Elza, nasceu nas fazendas do belo Aporema.

Novinha ingressou no serviço público, mas foi demitida em 64 por ocasião do golpe militar. Foi readmitida e depois novamente demitida e presa em 1966, pelo governador General Luis Mendes. Voltou ao serviço público pelas mãos do duro, mas justo, Ivanhoé Martins.

Lecionou e dirigiu vários colégios no estado, participando da formação de várias gerações. E foi quem organizou e primeiro coordenou o NEI- Núcleo de Educação Indígena, do Amapá.

Repiquete rende-lhe homenagens, professora.

Professora Elza com o filho Raul Tabajara e a neta

Professora Elza com o filho Raul Tabajara e a neta