• Lene, parece que essa foto foi tirada na parte da praça, onde hoje é o Teatro das Bacabeiras. Com a palavra os Mestres: Sapiranga, Aloísio Cantuária e Adelmo Caxias.

        • Caro Cleo, o que vemos ao fundo da foto eh, da direita p a esquerda, o predio da antiga Farmacia Zagury onde depois se instalou o escritorio da VARIG; depois vem a casa da familia da Dra Clara Banha e, finalmente, o casarao antigo era a residencia do Sr Larajeira, servidor publico. Logo, o local da foto eh proximo aa banca do Dorimar. O Teatro eh mais adiante, atravessando a Av. Mario Cruz. Espero ter colaborado positivamente. abs

  • Cléo, a década, com certeza é a de 60, este local foi por muito tempo um campo de futebol até ser transformado em praça. As pessoas da foto talvez o “sumido” Sapiranga possa reconhecer, o grupo de escoteiros é o São Jorge, comandado na época pelo 91, e o prédio à direita, ainda existe e é um órgão público aí do estado.
    Sds,

  • Sempre Alerta! o escotismo contribuiu para a formação de gerações de amapaenses e os chefes escoteiros (Humberto santos, Clodoaldo Nascimento, Expedito ’91’ Ferro, Biroba, entre outros, hoje são lembrados como ícones pelos antigos pupilos, servindo de referência na formação sociocultural de nossa sociedade.

  • Vc tem razao, meu caro Cleo, só mesmo o Sapiranga (cangalha velho), o Adelmo e o Aloisio podem resolver esta parada. Afinal, os dois assessoraram o Henrique Gallúcio na construçao da Fortaleza e viram nascer a catedral de Sao José.hehehe. eu, você e o grande Hermogenes viemos muito depois.hehehehe

    • Ei Paulão, não te lembras mais, eras gandula desse campinho de futebol da praça Veiga Cabral, onde nasceu o grande Juventus e os Escoteiros Católicos, ambos com a participação direta do caríssimo 91 – Expedito da Cunha Ferro, árbitro da FAD naquela época. Os dois escoteiros católicos não recordo. O prédio de fundo já identificaram. Aparece, naquela época, Os escritórios da Cruzeiros do Sul, depois Varig, das quais os irmão Zaguri era representantes, com a participação do saudoso Laurindo Banha. O prédio histórico, hoje tombado, funciona a Sivisão de Segurança e Guarda. O imortal Milton Sapiranga, que jogava bola onde construiram a Fortaleza de São José, deve enriquecer mais este comentário.

  • Caro Cléo, se o prédio ao fundo a direita é o Museu, então eles estão um pouco afastados do terreno do futuro teatro.
    Acho que essa foto foi tirada no cruzamento da São José com a Pte. Vargas, onde hoje tem uma banca de revistas. Pela posição das sombras deveria ser entre 14:30 e 15 horas. Nota-se no canto inferior direito a sombra de outras pessoas. O do meio tem semelhança com o cabeça de macaco.

    • Caro Jeremias, o que vemos ao fundo da foto eh, da direita p a esquerda, o predio da antiga Farmacia Zagury onde depois se instalou o escritorio da VARIG; depois vem a casa da familia da Dra Clara Banha e, o casarao antigo era a residencia do Sr Larajeira, funcionario publico. O Teatro eh mais adiante,aa direita dos escoteiros, atravessando a Av. Mario Cruz. Espero ter colaborado positivamente. abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *