A carta do Conselho Diocesano de Pastoral da Diocese de Macapá repercutiu ontem em todos os lugares e no mundo virtual como Blogs, twiters e mensagem de e-mails.

Na Assembléia Legislativa o deputado Ruy Smith fez a leitura da carta em plenário. Mas… “vergonha alheia”: deputados da base governista manobraram pra tirar o quorum da sessão para não ouvir as verdades ditas pela Igreja. O deputado Dalton Martins, que presidia a sessão, manteve-a para que a carta continuasse a ser lida por Ruy Smith.

Na chamada grande imprensa, quase todo mundo comeu abiu.

Pessoal do governo faz cara de paisagem.