A reportagem exibida no Bom Dia Brasil nesta segunda-feira , 9, revelou o que Amapá já conhece e vive: Faltam mais de 3 mil leitos de
UTI Neonatal em todo país. As UTI’s são fundamentais para ajudar o bebê de parto prematuro, também em situações de emergência que são fundamentais para que o recém-nascido que nasce com problemas respiratórios sobreviva. Dar entrada no Ministério Público é algo rotineiro para pais que se confrontam com essa triste realidade do Amapá ter apenas uma UTI. Segundo a pesquisa da Sociedade Brasileira de Pediatria, 95% do municípios brasileiros não possuem UTI Neonatal. Atualmente no Brasil só tem 8.766 UTI’S Neo Natal.


Outra situação alarmante é que 60% das UTI’S Neo Natal estão concentradas na região sudeste, norte e nordeste são as regiões mais abastecidas.
No Amapá 20 recém nascidos já morreram só este ano, Segundo a Promotoria de Justiça, Fábia Nilci, a situação da única maternidade do Estado é crítica. “Faltam medicamentos básicos, super lotação”, declarou promotora.