O Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP) abriu na última segunda-feira (19), as inscrições para os profissionais e estudantes das áreas de informática e tecnologia da informação para o participarem como maratonistas do I Amapá HackFest. O evento será realizado pelo MP-AP e parceiros, na Procuradoria-Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco, no período de 7 e 9 de dezembro. O objetivo será fomentar o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas que auxiliarão na prevenção e combate à corrupção. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 25 ( domingo) no link:https://www.sympla.com.br/maratona-amapa-hackfest__407500?fbclid=IwAR0RuX8U3jnEEceds5nmQ935OX8bSuk268h4pAnOU3a1CZNBNeqwqSb5G3A

A maratona ocorrerá nos três dias de programação. Ao longo desse período serão desenvolvidos softwares como aplicativos, jogos, sites e dentre outras soluções digitais para atuar na promoção de controle e conscientização social.


A maratona não é uma competição entre os desenvolvedores. Para participar dessa produção de softwares, os participantes além de possuírem conhecimentos da área de informática, também devem ter a idade mínima de 18 anos. Eles serão municiados de dados institucionais para criar essa tecnologia.


De acordo com o procurador geral do MP-AP, Márcio Augusto Alves, por meio dessas ferramentas a sociedade terá a oportunidade de ter acesso ao que está sendo feito com o dinheiro público de uma forma simplificada.
“O uso da tecnologia que será produzida no I Amapá HackFest nos ajudará a educar as novas gerações. Serão plataformas como portais, sites, jogos e aplicativos, com o propósito de que a administração pública não sofra com as práticas corruptivas. Precisamos conscientizar os jovens sobre a importância do combate a corrupção e este evento nos dará ferramentas para isso”, frisou Márcio Alves.

SERVIÇO:
Elton Tavares e Sávio Leite
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]