Ouvi na sexta-feira a entrevista do empresário Batista, no programa Luis Melo, falando da entrada da sonhada banda larga de internet no Amapá.

Não ouvi toda a entrevista, mas pelo que peguei, Batista concluiu o projeto, que já está em fase de instalação. Para chegar ao Amapá passou por alguns municípios do Pará, mas enfim, dizia feliz, já era uma realidade.

Batista falou ainda que já tinha esse projeto há algum tempo. Mas que na campanha para a prefeitura em 2008, ao ver o tanto que falaram em banda larga, veio a decisão definitiva de fazer esse  investimento e implantar. Ele contou que estava deitado em uma rede, assistindo ao debate da TV Amapá, quando o deputado Camilo Capiberibe prometeu a Banda Larga e chamou a internet do Amapá de cipónet. Esse momento foi marcante, nas palavras dele, para colocar seu projeto em execução. Camilo não virou prefeito, mas a proposta do debate político vingou pela mão da iniciativa privada.

Pra quem dizia que era impossível chegar Banda Larga no Amapá, para se eximir de responsabilidades ou por falta de conhecimento, vá conhecer o projeto do Batista.