A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira, 26, três mandados de busca e apreensão em Macapá.
De acordo com as investigações, um projeto social coordenado por candidato(a) ao cargo de Deputado(a) Federal no Estado do Amapá,
realizava atendimentos odontológicos gratuitos, indicando possível captação ilícita de votos.
Diligências policiais constataram que os funcionários do projeto social
cadastravam os pacientes pelo número do Título de Eleitor, Zona e Seção
eleitorais.

Detectou-se também que houve um crescimento exponencial de
atendimentos odontológicos gratuitos nos últimos meses, coincidindo com
o período de campanha eleitoral.
Se condenados, os investigados poderão cumprir até quatro anos de
reclusão e pagamento de cinco a quinze dias-multa.
Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7602/7569