Feira3-CIMG0171

Estão acabando com a Feira Municipal. Disseram que ia virar um camelódromo chamado de shopping Popular.

Até agora o espaço da Feira, virou um local trash, com feirantes agonizando, jogados perigosamente em calçadas de ruas movimentadas e consumidores sem as mínimas condições de usar seu tradicional espaço de compras de frutas, verduras, farinha, camarão, tucupi, caranguejo e outros produtos da cultura alimentar amapaense.

Pupunha

Pupunha

Tá chocado? Pois tem mais. Os escombros deixados pelas autoridades municipais transformaram-se, a noite, numa verdadeira cracolândia e em esconderijo de bandidos que roubam a área do comercio.

Feira-CIMG0168

A idéia de “gerico” de transformar a Feira em Shopping de Camelô, já é por demais estapafúrdia. E estranha.

Baseado em quê se toma a decisão política de que garantir espaço para a venda de quinquilharias e bugigangas pirateadas é mais importante do que manter o espaço de comercialização de alimentos, escoados das nossas já pobres comunidades produtoras? CDs Piratas de brega, bijuterias e roupas falsificadas que duram uma novela, tem mais “glamour” que as farinhas, taperebás, camarões e caranguejos? Deve ser isso que passa em mentes apequenadas pra gestionar os espaços urbanos, e a geração de renda e postos de trabalho de pequenos negócios tradicionais.

Vendedor de Camarão que trabalha há 51 anos na Feira.

Vendedor de Camarão que trabalha há 51 anos na Feira.

Essa tem 40 anos na Feira

Essa tem 40 anos na Feira

E eu quero nascer tartaruga em outra encarnação, se o tal shopping popular, quaaaando ficar pronto um dia, não vai logo ter dono, explorando os camelôs de verdade.

Um pouco de cultura faz bem. Em cidades civilizadas, feiras e mercados são a cara de seu povo e mostram sua cultura. Ao invés de despejar os feirantes, todos com décadas de trabalho na Feira Municipal e uma vida dedicada a essa atividade, deveriam era revitalizar, transformando num lugar bacana para todos, feirantes e consumidores.

#ProntoFalei

Dê sua opinião sobre o assunto aí na caixinha de comentários.