Estamos estreando hoje uma nova sessão no blog de dicas de viagem, com um olhar muito além do turismo tradicional. 

A sessão será pilotada pelo Helenilson, macapaense, professor de francês, viajado, entusiasta do turismo, que passa madrugadas pesquisando melhores opções de viagem, e vai dividir com a gente dicas, experiências, e aquele “pulo do gato” que a gente precisa. 

O Maranhão é bem Ali 

O Dalai Lama disse que uma vez por ano se deve ir a um lugar onde nunca se esteve. Eu sigo à risca.
Viajar é o melhor investimento que se pode fazer por si. Sempre tô espiando, por curiosidade, os preços e opções de bilhetes, pacotes de viagem.
Minha última foi pra São Luís, a Ilha do amor, nem me fale…
Uma cidade contrastante, comida boa, muito vento, uma orla cheia de gente bonita.
O por do sol na Ponta d’areia, uma sopinha de caranguejo no Calhau, um bate papo que nunca termina , pegando vento na cara no Olho d’água e a minha preferida praia de Araçagi, pela tranquilidade.
O Maranhão é o nordeste bem aqui ( fazendo bico com a boca). Fui pela Gol, pelo preço, ai tem que fazer conexão em Brasília, mas nem demora tanto. Vale a pena baixar o aplicativo de filmes da Gol, a gente se distrai e quando vê já chegou. Mesmo em período de férias a gente encontra ótimos preços de hospedagem, baixe o Booking , pra mim nunca tive problemas.


Em São Luís tem :
Centro histórico
Rua grande
Lagoa da Jansen (fotos, faça muitas no entardecer)
Avenida Litorânea
Vários shoppings ( Eu gosto do São Luís)
Palácio das Lágrimas
Casa de Nhozinho
A noite é bem badalada, boates , bares descolados, bistrôs, espetáculos .
A comida é muito boa, alguns pratos tem a opção de arroz de cuchá de acompanhamento, é o arroz do Maranhão, feito com a folha da vinagreira, eu gosto .
O Uber funciona muito bem lá, vários ônibus vão até as praias ( pra quem gosta de viver a vida do lugar).
Eu entrei em contato com a Aventour e eles foram me buscar no hotel às 4 da manhã com destino à Barreirinhas, ha ha! Claro né, a porta de entrada dos Lençóis, um lugar encantado, o reinado do Rei Sebastião, o deserto brasileiro, cenário de parte da novela O Clone.
De São Luís à Barreirinhas 4 h de van, calma, vale a pena.
De Barreirinhas aos Lençóis 20 minutos, e prepare-se pra cair pra trás quando ver as dunas e as lagoas azuis. É emocionante, eu fiquei impactado.


Custos : Viagem de avião MCP/SLZ em torno de r$ 800
Diária de hotel bom r$ 100
Van para Barreirinhas r$ 65
Passeio pra Lençóis r$ 80
Almoço na churrascaria r$ 25

Tem as opções também de ver o parque dos Lençóis inteiro de avião ou de barco pelo rio Preguiça.
Roupa leve, sandália de dedo, protetor solar e água.
Ah, tome um guaraná Jesus ( em Roma como os romanos).
De Uber se pode ir à dois lugares muito bacanas , uma cidade chamada Raposa, ao lado de São Luís, e o parque aquático Valparaíso (r$35) não é igual ao de Fortaleza, mas é excelente pra passar o dia com brinquedos e uma praia artificial da hora.
Viajar é bom, nos deixa mais inteligentes, mais leves e compreensivos com as diferenças da vida.
Uma última dica, nesse mundo capitalista, você precisa falar no mínimo dois idiomas: Visa e Credicard. Até a próxima.