É com grande consternação que a Justiça do Amapá, por meio de seu Presidente Desembargador Carlos Tork, lamenta o falecimento do professor Antônio Munhoz, 85 anos, ocorrido na tarde desta segunda-feira (22 de maio), no Hospital São Camilo.

O professor Munhoz foi um exemplo de profissional, um professor incomum que despertava em seus alunos a paixão pela história e literatura; e um cidadão de honra que deixa sua seriedade, compromisso e trabalho como legado para gerações futuras.

A Justiça do Amapá presta suas condolências e transmite seus sentimentos de solidariedade. Que Deus conforte os corações de todos nós, seus familiares e amigos.