Nota de Esclarecimento do PDT e PROS

NOTA DE ESCLARECIMENTO
Os diretórios estaduais do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) refutam as declarações feitas na manhã desta terça-feira, 7 de agosto de 2018, pelo Senhor João Bosco Papaleo Paes, e esclarecem o seguinte:
As deliberações sobre a formação da chapa majoritária da coligação, incluindo a candidatura a vice-governador, foram tomadas dentro dos princípios democráticos que caracterizam os partidos políticos dela participantes, fruto de debates intensos ocorridos até o dia 4 de agosto de 2018, data da convenção;
Ao atacar tais fundamentos através dos veículos de comunicação, de forma infundada e precipitada, renunciou ao debate interno do grupo, alijando-se, em consequência, do processo de construção democrática em curso;
Desde então, suas atitudes e declarações tem sido meros desdobramentos desse equívoco inicial, incluindo as afirmações sobre uma suposta traição política que teria sofrido; os ataques a Jaime Nunes, um dos mais tradicionais e respeitados empreendedores do Amapá, escolhido como candidato a vice-governador pela referida coligação; e as suspeitas disparadas de forma aleatória e imprudente sobre o levantamento de fundos para a campanha eleitoral – o que, cabe ressaltar, vem sendo feito dentro do que estabelece a legislação vigente, por meio de fundo partidário e de financiamento coletivo.
PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *