Da Procuradora-Geral de Justiça, Ivana Cei

“Dia  triste  para o Estado do Amapá.  Hoje  calou-se  a voz  da  liberdade  e  do  comprometimento  com a verdade. Perda  irreparável  para o  jornalismo  sério  e independente.  Sua  vida  não  foi  vã,  marcou  para sempre  a história  no  Estado.  Seu exemplo  é  o grande legado  a ser  seguido  de resistência,  luta  e  coragem! Para mim Vc será  sempre especial,  aquelas pessoas que passam  sem querer  em nossas vidas deixando  para sempre  as marcas em nossas almas. Minha admiração,  respeito e orgulho  de ter  conhecido  Corrêa Neto!”

 

Do prefeito de Macapá, Clécio Luis

“O jornalista mais livre que conheci, agora mais livre está! Viva a memória e o legado de Antônio Corrêa Neto!”