Nesta quarta-feira, 17, o prefeito Clécio Luís recebeu em seu gabinete o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá, Márcio Augusto Alves e os técnicos Alcilene Cavalcante, Verônica Santos e Lindomar Góes. Eles apresentaram ao chefe do Executivo municipal o projeto do I Amapá HackFest, evento que visa o combate à corrupção, que ocorrerá nos dias 7, 8 e 9 de dezembro, em Macapá.

 

O procurador-geral explicou que o projeto já foi desenvolvido na Paraíba e que o Amapá replicará. “A intenção é fazer com que os participantes criem possibilidades de ferramentas alternativas para combater a corrupção no estado por meio de tecnologias e, posteriormente, estas possam ser utilizadas pelas pessoas”, explanou.

 

Esse evento é uma maratona competitiva entre estudantes e profissionais da área de informática, que serão munidos de informações institucionais. Os participantes desenvolverão durante três dias plataformas, como portais, sites, jogos e aplicativos. A utilização das ferramentas tem o propósito de que a administração pública não sofra com as práticas corruptivas.

 

Segundo Clécio Luís, a prefeitura será parceira deste projeto. “Esse evento pode nos ajudar no controle interno e também oportunizar ferramentas de controle social. Por isso, iremos participar e cada setor da prefeitura, em sua competência, ficará responsável de desenvolver uma tarefa. Essas ferramentas ajudarão expandir o conhecimento da população em relação a esses assuntos”, ressaltou.

 

Participaram da reunião os secretários de Governo, Jorge Pires; de Gabinete, Sérgio Lemos, de Relações Institucionais, Evandro Milhomem; além da subprocuradora Stella Veridiana e da controladora-geral do Município, Nair Mota.

 

Adryany Magalhães

Assessora de comunicação/PMM

 

Fotos: Max Renê