• Reconheci a querida Paixão,as Gercinas e minha “mainha” Nair Banha, como é carinhosamente chamada.Saudades!!!

  • Emocionante! Não só por matar saudade do meu compadre Pe Gianfranco mas também por ver entre as cursilhistas, minha esposa (na 2ª fila, agachada, a 4ª da direita para a esquerda! Parabens pela postagem dessas mulheres de “peso”!

  • EMOCIONANTE E INTERESSANTE !!! O ÚNICO HOMEM AI NA ICONOGRAFIA É O PE. GIANFRANCO PICOZZI (PIME), TRABALHOU NO AMAPÁ UNS QUANTOS ANOS…SE NAO ESTOU ENGANADO, ESTÁ NO SUL DO BRASIL, NAS MISSÕES…
    É UM MISSIONÁRIO MUITO CARISMATICO…PARABÉNS PELA POSTAGEM…

  • Pe. Gianfranco foi, juntamente c/ Vitorio Galliani, Jorge Basile e Lino Simoneli, predecessor ético, moral, intelectual, além de teológico, de geração de amapaenses, entre os quais humildemente me enquadro na medida em que fui coroinha dos mesmos na paróquia Jesus de Nazaré entre 1978 e 1983. Todas as atividades e circusntâncias emanadas no trabalho do Pontifício Instituto das Missões Estrangeiras (PIME) no Amapá, incluindo-se aí os Cursilhos da Cristandade, contribuiram fundamentalmenmte para a formação e consolidação sociocultural e religiosa dos amapaenses. De valor sentimental e inestimável. Saudades sempre, mestres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *