• Depois não reclamem que estão falando mal do Amapá na mídia nacional. O tal de governo paralelo é prato cheio, transbordando, melhor dizendo. Tudo por culpa de uma pessoa que pertence a outro planeta.

  • Pô, eis o que faltava… As coisas andavam meio sem graça por cá… Estava na hora de dar boas risadas… Acho que paralelo tem a ver com a Linha do Equador… Ambos são paralelos, logo imaginários… Ou aquele factóide do aterramento foi real?.. O “Ú caramba” foi pra lá de adequado…

  • Para encerrar essa discussão.
    Alucinação é a percepção real de um objeto inexistente, ou seja, são percepções sem um estímulo externo. Dizemos que a percepção é real, tendo em vista a convicção inabalável da pessoa que alucina em relação ao objeto alucinado. Sendo a percepção da alucinação de origem interna, emancipada de todas as variáveis que podem acompanhar os estímulos ambientais (iluminação, acuidade sensorial, etc.), um objeto alucinado muitas vezes é percebido mais nitidamente que os objetos reais de fato.
    Fonte: http://www.cerebromente.org.br/n17/doencas/alucinacoes.html
    BOM DIA.

  • E aproveitou para plagiar o slogan do ex prefeito paraense Hélio Gueiros:”Caminhando com o povo”….
    Bizarro.

  • Essa família Borges não tem vergonha na cara, é incrível como a hipocrisia deles é exagerada quando se trata de dinheiro, esse Gilvam tem que ser internado, o cara pirou na batatinha, ainda tem gente que dá apoio!

  • Deixa o cara fazer a oposição dele, senão fica tudo na mão de uns sangue-sugas, que tudo pra um grupo só. Monopolio de poder não… menos isso.

    • Acredito que possa existir um governo paralelo teórico, em tese; até que poderia apresentar soluções baseadas em pesquisas, projetos e teorias elaboradas.
      Acredito que pegar na ferramenta e fazer depõe contra a sua dignidade.
      Há uma frese que diz: Saber é bom, fazer melhor ainda, mas ser é de fundamental importancia na vida humana.

  • Ele errou a grafia! O correto é: “GOVERNO PARA LELÉ DO AMAPÁ, CURTINDO COM A CARA DO POVO”. depois de quese 16 anos no senado e não ter produzido nenhum fato legislativo para beneficiar o povo o Amapá

  • O Gilvan é livre faz o que quiser, isso se chama democracia. Na minha opinião não vejo mal algum na existencia do governo paralelo.

  • para o Max
    Sei que tu não sabe, mas pergunta para qualquer advogadozinho furreca sobre o artigo 328 do Código Penal, que prevê pena de até dois anos de prisão para o crime de usurpação de função pública.

    • Para o Alex.
      A primeira certeza que tenho é de que você não frequentou a academia, a segunda certeza que você não leu “Rudolf Von Ihering”.
      A terceira certeza que não sabe nem quem é, e por fim a quarta certeza é a de que achas que a conduta do agente (Gilvam) se adequa ao tipo penal.
      Um conselho para você amigo: espera sentado para ver o Gilvam ser processado por usurpação de função pública.

  • “Precisa aparecer um filho de Deus ou melhor um anjo pra salva o nosso Amapá de pessoas como esse louco.Tá bom dele vender sandália na feira!!

  • Max.
    Tu já ouviste falar na revista ISTOÉ? Acho que não. Pede para alguém alfabetizado fazer uma leitura da última edição que fala desse teu senador nunca eleito.
    A opinião é do advogado Eduardo Mendonça, professor de direito do Uniceub.
    “O que ele está fazendo é inconstitucional. Se Gilvam for adiante com suas iniciativas poderá ser enquadrado no artigo 328 do Código Penal, que prevê pena de até dois anos de prisão para o crime de usurpação de função pública”.
    Com o Sarney, que recentemente ganhou as Algemas de Ouro em um evento no Rio de Janeiro, os aliados podem bagunçar e descumprir a lei, que ele segura as pontas. Ex. operação mãos limpas, até agora nada.
    Só mais uma coisinha: Passei no concurso para auditor da receita federal, e tu? E o Gilvan? Hã?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *