• Não adianta esperarmos que os deputados implementem medidas moralizadoras. A única solução é a conscientização do povo! Na última eleição, 50% foi renovado. Entretanto, só isso não basta. precisamos trocar todos. Eleger 24 pessoas não viciadas por esse jogo de interesses que assola o legislativo!

    • Ilusão de quem quer acreditar que esses “nobres deputados” estão interessados no bem estar da população.Pobre Amapá de saúde precária,educação minguada,trânsito caótico,ruas esburacadas e mal iluminadas,sujeira por toda parte,enfim….LIXO DO LIXO.E o poder público,NEM AI.

  • Alcilene! Esta foto noturna mostra o trecho de uma Av bonita de Macapá, mas infelizmente não é a realidade dos bairros Perpetuo Socorro e Cidade Nova. Que além de ruas feias, sujas e esburacadas ainda temos que nelas transitarmos em meio a violências e trÁfico de drogas. Embora a PM se esforce, ainda assim não é o suficiente, mas para nossa agradavél surpresa de sexta para sábado passado tivemos a presença do BOPE no reforço do policiamento, entrando a pé pelas pontes a noite, coisa que os PMs quase não fazem. Presença que os moradores de mente sã adoraram, mas como na vida tem gente pra tudo, teve um cidadão que foi no CIOSP e registrou ocorrência somente pela simples presença do BOPE proximo da casa dele. E acreditem se puder, segundo um policial civil a ocorrência foi registrada, mas este por sigilo profissional não pode revelar o autor do registro. Porém adiantou que este também é policial e se pudesse decretaria a extinção do BOPE. Você poderia nos informar se isso realmente existiu e quem é o autor do queixa e o motivo?

  • O FOCO PRINCIPAL DO COMENTARIO É A RUA MENDONÇA FURTADO PELA “BOCA DA NOITE”…
    MAIS VEJAM BEM, ESTA RUA É BELISSIMA MESMO, MAIS DEVE TER SEUS PROBLEMAS POR LÁ…
    QUE BOM SERIA SE TODAS AS RUAS DO AMAPÁ FOSSEM ASSIM NE ?
    SE O DINHEIRO DO POVO FOSSE APLICADO COM SERIEDADE E RESPONSABILIDADE TENHO CERTEZA Q ESSE SONHO TORNA-SE-A REALIDADE, MAS……
    QUEM VIVER VERÁ !
    FELIZ PASCOA AI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *