Justiça do Amapá suspende condenação de Toffoli

De Carolina Brigido e Gustavo Paul

O juiz Mário Mazurek, titular da 2ª Vara Cível de Fazenda Pública de Macapá, suspendeu nesta segunda-feira a decisão dada pelo substituto dele, Mário César Kaskelis, que havia condenado o advogado-geral da União, José Antonio Toffoli , a devolver R$ 700 mil aos cofres do Amapá.

Kaskelis considerou irregular a contratação de Toffoli como advogado do governo do estado em 2000, mas o titular da vara discordou e deu uma liminar em favor do advogado. Na semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou Toffoli para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Para ser efetivado na vaga, o advogado precisa ser aprovado em sabatina no Senado. A condenação de Toffoli na Justiça do Amapá era a questão que seria mais usada pela oposição durante a sessão.

Pelo cronograma estabelecido pelo presidente da CCJ, Demóstenes Torres (DEM-GO), terça-feira será apresentado o parecer do relator Francisco Dornelles (PP-RJ), e o texto vai a votação na quarta-feira. Será feito um pedido de vista coletivo, e a sabatina ocorrerá no dia 30. Demóstenes lembra que o governo tem maioria na CCJ, o que facilitará a aprovação da indicação antes de ela seguir para o plenário do Senado.

  • Quero saber,como foi que o Waldez conseguiu dinheiro para pagar 12 renomados advogados em Brasília,para sua defesa de 6 processos por compra de votos.Garanto que foi pago pelo GEA,até porque o seu salário não é suficiente para tal.É só pedir a declaração do Imposto de Renda dele.

  • Estranho, muito estranho, a justiça do Amapá julgar e condenar o Toffoli na semana em que ele seria indicado.

  • É que aqui no amapá tudo ocorre,principalmente dentro desses poderes,onde até proibição de culto religioso se dá.

  • Ate os blogs manipulam as noticias….. a unica coisa que houve foi o recebimento do recurso de apelacao apenas isso…… grande transparencia esta do sr capiberibe quando perguntado pela veja sobre sua ligacao com tofolli, o mesmo disse que nunca soube que fora defendido pelo futuro ministro…

  • agora eu quero ver os apaixonados pelo capi,dizerem que ele é santo,rapaz são todos farinhas do mesmo saco,uma canbada de ladroes do nosso suado dinheiro,e ele tem a cara de madeira de dizer que não se lembra de nada,sera que deu aminesia nele,pimenta so arde no nosso,nos outros é refresco né camilo

  • É melhor ter ligação com o Tofolli que vai ser ministro do supremo,que ter ligação com o Carlos Lobato Brás,Guttemberg,Gregorio,Montenegro,etc..Sabes o que é ser Ministro do STF é a mais alta corte do judiciário,coisa que qualquer advogado quer.

  • Como o desatroso governo Waldez,nunca fez licitação,isso tudo é normal.Quero saber quem paga os advogados dele para livrar dos processos de compra de votos e proteger amigos da PF.

  • Nunca disse que o Capi é santo, agora (provado), passado na casca do alho, o Waldez é muito pior, é só olhar o tanto de escandalos produzidos em seu governo.

  • Ei, quanto ao escândalo de TOFOLI no Amapá, procure o Deputado Federal Jurandil Juarez e peça informações sobre o Procurador do Estado JOÃO BATISTA SILVA PLÁCIDO ( tido como sobrinho do então ministro do STF, Maurício Correa), que substabelecia para TOFOLI todas as defesas do Estado nas ADINs movidas contra JOÃO ALBERTO RODRIGUES CAPIBERIBE, as quais, por coincidência eram distribuídas para a relatoria do Ministro Maurício Correa. Entende agora o motivo dos elevadíssimos honorários pagos pelo Governo do Amapá para TOFOLI ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *