O post “Saudades de Minas” rendeu registros legais dos leitores que viajaram com o blog e dividem aqui com você.  Vou publicando durante a semana

Sou amapaense e de vez em quando nas férias traio a culinária tucuju para conhecer os pratos de varias cidades do mundo. Para começar, aqui perto, adoro a pizza paraense da LA TRAVIATA camarão rosa, jambu e uma pimentinha com tucupi. Em Sampa, não pude deixar de comer o pastel de bacalhau do Mercado Municipal. (Sandrinha)

PasteldeBacalhau-images

“Na minha infância, final de tarde, meu pai, sr Mergulhão, preparava aquela pupunha e macaxeira quentinha com café preto regado a uma boa conversa em família. Esse é sabor paraense que sinto saudade”.( Lúcia Cândida)

Pupunha-images

“Saudades do melhor camarão no bafo do Brasil, que só tem na Fazendinha. Saudades do peixe na brasa que comia no Curiaú. Saudades da gengibirra. Saudades dos sabores da minha terra de coração”. (Aline Paes)

“Manjar das Garças. Colocando a cozinha paraense no roteiro obrigatório da culinária da região norte… tudo é delicioso, incrivelmente delicioso… “ http://www.manjardasgarcas.com.br. (Carlos Picanço)

“Tenho saudade do Tacaca da BÉBÉ, lembram?” (Sandra Castro)

Tacaca-3268939

“Dos 7 anos que morei em Campinas, salivo ao lembrar do croisant de Peito de Peru com Provolone, da Padaria Nico 24h. A fornada das 3:15 da madrugada era a fantástica. Era o melhor salgado no mundo… pelo menos do meu mundo…”( Paulo Neto)

Croissant-images

“Já comi muita comida gostosa nesse Brasil. Em Natal lembro de um camarão flambado (não sou burguês, rsrsrs) na praia da ponta negra. Mas nada que supere o cozidinho de charque com batatas que a minha avó fazia. Insuperável. Minha avó era braba, mas era maravilhosa. Cuidadosa com a gente. Saudades dela, de Icoaraci e da minha infância”. (Seles Nafes)

“Saudades de Blumenau – SC, Oktoberfest, das ruas da cidade, limpas, organizadas, Batata recheada, cultura alemã, das mulheres linda e maravilhosas”. (Hugo)

Blumenau-Índice

“Tenho saudade do din-din(chope) vendido pelo saudoso Bidin pelas ruas de Várzea Alegre. Nunca mais encontrei um tão doce e saboroso como os dindins de coco queimado de Bidin”.( Flávio Cavalcante)

“Lembro do sanduiche de mortadela do mercado municipal de SP”. ( Orlando Jr)

sanduiche-mages

“Saudade do Acarajé da Bahiiiaa e do pato no tucupi da minha mãe”. (Nádia Santana)

patonotucupi