O Marco Chagas pediu pra eu dar um toque especial na homenagem que eles fizeram.

Mas não há toque especial diante desse ser tão especial que é o professor Carlos Nilson. Ele é o toque, a reta, o desenho.

E não há nada mais especial que essa homenagem em forma de poesia feita por vocês professores Marco Chagas, Adalberto Ribeiro, Ricardo Ângelo  e Benedito Alcântara.

Memórias em pó de giz

 

Monte rumo à planície

Gramática na lamparina

Tiro dor paterna

Desfaz-se em pó de giz.

 

Memórias imprevistas

Pensamentos traídos

Afetos retratados

Palavras medidas.

 

Pausas no olhar

Ansiedades escondidas

Acalmam com o tempo

Desnudo em silêncio.

 

Face curvas lentas

Asas trêmulas em voo

Corpos geométricos

Pintados em tons de saudade.

 

 

Dos amigos, Marco Chagas, Adalberto Ribeiro, Benedito Alcantara e Ricardo Angelo.

 

Macapá, 17/11/2018