Juliana Grunho e Carla Pena, servidoras do Ministério Público