A terça-feira política começou quente com a repercussão do anuncio do ex-senador Gilvan Borges, de que será candidato único do MDB ao senado, desrespeitando o direito da ex-deputada Fátima Pelaes de também ser candidata e de já ter até feito pré-lançamento da candidatura.

Fátima falou sobre isso, nesta terça-feira pela manhã, ao programa “Luiz Melo Entrevista”.

“Reafirmo minha pré-candidatura ao senado pelo MDB que foi lançada no último dia 15. Será que Gilvam vai se opor a decisão nacional do MDB que deliberou em abril que o partido  teria duas candidaturas no senado pelo Amapá?  Muito me espanta querer barrar a pré-candidatura de uma mulher. Um direito conquistado”.

Em entrevista também ao programa Luis Melo, nesta terça-feira, 19, o pré-candidato ao senado Gilvam Borges, afirmou que mesmo com a deliberação da Direção Nacional do MDB, aqui no Amapá terá só uma candidatura: a dele.

Gilvam sugeriu que o governador Waldez Góes está perdido e não sabe o que fazer com as 6 candidaturas ao Senado.

“Política é tudo que é colocado no panelão, e está lá o governador também  numa situação delicada, porque está conversando com todos os pré-candidatos  e não sabe o que fazer com seis candidatos ao senado”.