Já perceberam que agora em tudo falam em turismo no Amapá? Foco, né?

Beleza.

Na Feira Agropecuária o foco será turismo. Ok. Mas não consegui entender como é que se atrai turista para uma feira agropecuária em Macapá.

Outro dia, vi o secretário de Infra-Estrutura, Alcir matos, falando da obra do Canal da Mendonça Jr, em entrevista à TV Amapá.

A obra se arrasta a passos de cágado. E, povo-de-Deus, por causa daquela obra derrubaram as arvores que faziam sombra e refrescavam o calor equatorial do centro comercial. Estamos em 2009, quando os atuais projetos arquitetônicos de qualquer lugar, aproveitam ao máximo as árvores existentes. Mas tudo bem, não conheço o projeto e vai ver que nele tem uma estupenda justificativa para cortarem as árvores.

Tentando justificar a lentidão da obra e a derrubada das árvores, o secretário saiu pela tangente. E sabe o que ele disse? Que o Canal da Mendonça Junior será um grande corredor turístico.

Bacana. Mais foco no Turismo.

Mas é de pirar o cabeção entender o “Foco”do governo.

Como é que se faz turismo sem água? E agora, que também vive faltando energia?

Foco gente! Foco hein!