As apresentações culturais da Festa do Tambor acontecem neste final de semana no Laguinho para encerrar a programação de comemoração dos 65 anos de criação oficial do bairro. O calendário dos festejos iniciou em abril com o a I Copa Tambor de Futsal, na sede do Clube São José, da qual participaram 16 times representando entidades e pontos culturais do bairro. No último domingo, 9, aconteceu a semi-final que teve como resultado Tio Duca e grupo Sambarte que disputarão a taça de campeão no próximo dia 16.

No dia 13 de maio, quinta-feira, na Câmara de Vereadores terá uma sessão solene em homenagem à data de criação do bairro, uma proposta da vereadora Cristina Almeida (PSB). Na sexta-feira, 14, na sede do Centro de Cultura Negra do Amapá  a partir das 08:00 terá exposição fotográfica e histórica do bairro, varal de poesias, lançamento de livro, palestras e apresentação teatral. Alunos de escolas públicas foram convidadas para fazerem visita.

A partir das 19:00 de sexta-feira, 14, haverá a abertura oficial com homenagens aos moradores mais antigos. Logo após iniciam os shows com: Marabaixo do Artur, Banda Afro-Ritmo, Marabaixo do Pavão, Batuque do Raízes do Bolão, Osmar Júnior e Sensasamba. No sábado durante todo o dia continuam as exposições e à noite começam as atrações culturais. Sobem ao palco a Banda Afro Brasil, Cia de Dança Afro-Baraká, escolas de samba Boêmios do Laguinho e Estilizados, grupo Raimundo Ladislau, grupo Pilão, Fernando Canto e Sambarte.

A Festa do Tambor está sendo organizada por moradores do Laguinho e as atrações artísticas são do bairro. A festa é aberta a todos. A camisa da festa está a venda no Calçadão do Valdir, na esquina da Igreja São Benedito, ao preço de R$ 10,00.

festa do tambor