Faleceu Annibal Barcellos. O Comandante

Faleceu na madrugada deste dia dos pais de 2011, aos 93 anos, o ex-governado Annibal Barcellos

Oficial da Marinha, foi governador do Amapá por duas vezes, sendo o primeiro governador eleito, e foi deputado federal e prefeito de Macapá.

Carioca, chegou ao Amapá pra ser governador do Território, e se apaixonou por esse pedaço cheio de água da Amazônia. Nunca mais foi embora.

Em seu primeiro governo, 1979 a 1985, fez do Amapá um canteiro de obras estruturantes e lutava pela transformação do território em estado. Fiscalizava pessoalmente tudo. Era um governador linha-dura. E fez um governo empreendedor. Mas ao mesmo tempo que pensava no Amapá do futuro, desprezava a história e a memória.

No segundo governo, 1991 a 1994, já eleito pelo povo, e em época de regime democrático e de crises políticas nacionais, fez um governo fraco e por já não ter a mesma disposição, cheio de focos de corrupção.

Barcellos era um desportista. E até bem pouco tempo, mesmo com a idade avançada comia e bebia de tudo e lembrava de tudo e todos. E adorava percorrer a cidade, observando o que estava acontecendo.

Com o neto, Alexandre, votando na eleição de 2008

Homem de imenso carisma. Era muito amado pelo povo do Amapá que o tratava carinhosamente por “Comandante” e que com certeza saberá lhe render as melhores homenagens.

Com o amigo Bolero, no aniversário de 90 anos

Seu corpo será velado na Assembléia Legislativa e seu enterro será na segunda-feira.

 

  • O estado do Amapá perde o seu maior político que já teve. Se existia um político que eu tinha orgulho de falar que já foi governador desse estado e que fez muito por ele, este político era o “velho”comandante.

    Macapá esta triste hoje.

    • Dinho, e a cidade está trista na acepção do termo. Não vimos manifestação de alegria na cidade, apesar de ser o dia consagrado aos pais. A natureza é sábia!

  • Que Deus o abençoe e proteja onde quer que ele esteja, bem ou mal, o “comandante” fez parte da historia do Estado do Amapá e sua morte significa um pedacinho que apesar de ter nascido carioca era essencialmente amapaense! Adeus vovozinho!!

  • Fiquei triste com a notícia, ele era uma figura folclórica e carismática. Vez ou outra o via passeando pelas ruas.

  • Se o Amapá tivesse seguido com novos governadores como foi o COMANDANTE, Macapá em especial seria uma cidade mais bonita.Ele deixou um legado, AMAVA O AMAPA ACIMA DE TUDO. Deixava as diferenças de lado e se punha a trabalhar incansavelmente.EFETIVO COMANDANTE BARCELLOS.O Amapá será eternamente agradecido ao senhor.

  • Será q ainda teremos no Ap um governante q sentou na cadeira e fez c responsabilidade as suas atribuições pelo povo e pelo estado ? Foi o único q fez teatro,escolas ,praças,casas populares…se desviou verbas…não se viu e nem sabe. Mas a população viu o q ele fez… FOI…É…e SERÁ o único GOVERNADOR HONESTO.Fomos felizes…mas a idade ñ o deixou continuar…Q DEUS o tenha num lugar onde ele possa abençoar aqueles q governam o estado e ñ os deixem roubar as verbas oriundas p o desenvolvimento da nossa terra .Q seja abençoado sempre

  • Foi embora, mais vai deixar muitas lembranças boas. Um governador que marcou para sempre a vida de nossas famílias, este homem como líder e governador teve a coragem e bravura de exonera um medico que na época recusou salvar a vida de uma criança que na época sofreu de um acidente de carro causando uma grave hemorragia, não mediu esforços para saber se a criança era rica ou pobre, ordenou que fosse atendida na hora e convocou uma junta medica que no momento salvou a vida um pessoa, uma criança um desconhecido porem um cidadão como qualquer outros tantos, que hoje esta vivo e dar orgulho para sua mãe. No meu ponto de vista um governante precisa agir de forma enérgica para salvar vidas e tratar o assunto que hoje e destratado no nosso estado, um direito básico de todo cidadão que esta garantida na CF/88. Minhas eternas condolências a família.

  • Não poderia de deixar apresentar os meus mais sinceros votos de pesar aos familiares do Comandante Aníbal Barcelos, com o qual trabalhei, tive minhas divergências profissionais, combati alguns atos, mas nunca deixei de respeitar muitas coisas boas que ele fez pelo Amapá e por vários amapaenses. A vida é assim, completamos nosso ciclo e vamos embora. A única coisa que fica marcado nesta ligeira passagem na terra são as coisas boas que edificamos. Tenho certeza que na balança do Comandante Barcelos, as coisas boas e algumas perenes, pesaram muito mais do que as porventura não tenham sido do agrado de todos. Que Deus o receba Comandante, no esplendor em sua Glória e coma certeza de que o dever terreno foi cumprido por vx, velho Comandantre. Até um dia!

  • O ESTADO DO AMAPÁ PERDEU SEU PAI
    Seria irônico esta data coincidir com o dia dos pais, pois foi ontem de madrugada que tive esta notícia infeliz: _Meu pai morreu. Logo ele que dedicou muito empenho, carinho, experiência e dedicação para me desenvolver e me tornar um Estado de verdade.
    Se existo e hoje sou grande e próspero, devo isso a você, que por tantas vezes me idealizava em seus sonhos e falava para si mesmo que um dia eu seria uma federação e como as outras teria meu próprio espaço na bandeira do meu país.
    Assim como eu, minhas praças, escolas, conjuntos e outros amigos estampam a sua tristeza em saber dessa triste notícia, que chegou no dia em que mais lembramos de você meu pai, quisera eu poder tocá-lo pela última vez, mas isso não será mas possível pois a esta hora você já deve estar descansando, para que em outros lugares distantes daqui você possa ser adorado e admirado pela sua arte de comandar.
    Entristeço-me de nunca mais poder sentir seus passos sobre minha pele, de nunca mais sentir sua respiração e ouvir sua voz quando das noites em que sozinho em seus aposentos você me falava do quanto fez por mim e do quanto gostaria de fazer se ainda tivesse força em seus braços para tal, me sinto orgulhoso de ser seu filho e de ter merecido tal atenção e dedicação.
    Neste dia dos pais em que muitos comemoram com seus filhos, eu apenas observo e lembro-me de você, tentando encontrar formas de aceitar daqui pra frente viver sem a sua presença, queria neste momento tomar forma e poder por um último instante vê-lo e dizer em voz alta para todos ouvirem: _ Você para mim foi o melhor pai quer um filho poderia ter.
    Agradeço por tudo pai, e que neste dia você se eternize no coração de cada amapaense, pois sei que o amor semeado por você em cada um de nós hoje brota fluentemente, consolidando assim uma união perpétua de carinho e identificação.
    Vá em paz grande comandante e encontre o descanso merecido ao lado do maior de todos.
    Pra quem não me conhece me chamo Amapá!

  • Amor pelo Amapá. Esse, sem dúvida nenhuma, foi o sentimento que norteou a vida pública do Comandante Barcellos. Político determinado, polêmico em algumas situações, mas acima de tudo comprometido com as terras tucujus desde os tempos do Território, deixa sua marca na história do nosso povo. Sabia respeitar a oposição e com respeito a fazia. À família enlutada nosso mais profundo respeito e gratidão.

  • Que notícia triste!Deixo aqui a minha sincera homenagem a esse grande homem que com muita garra construiu esse Amapá. Vá em paz…com a certeza da missão cumprida!!!

  • Amanheci com triste noticia!
    Desejo de todo coração COMANDANTE que encontre nosso pai eterno e que de descanse em paz, afinal vc foi e sempre será um pai para todos e muitos políticos hj que estão em evidencia. Espero que todos reconheçam o grande homem que vc foi a todos nos amapaenses.
    Sinto-me bastante triste com esse sua viagem aos céus e eternamente grato pelo que vc fez por mim direta e indiretamente.
    Deixo um abraço de conforto e força a família Barcellos e sempre na lembrança que que foi o único Homem na vida do publica que conquistou o carinho dos amapaenses e admiração de seus adversários.
    MEUS PARABENS PELO SEU DIA DE PAI E PAIZÃO AO POVO AMAPAENSE,
    Fique com Deus COMANDANTE BARCELLOS serás eternamente pelo povo AMAPANENSE.
    Ivan Junior -PREFEITURA DE MACAPA

  • O Amapá amanheceu de luto,pois faleceu um amapaense que amava o Amapá, um homem que lutou pelo desenvolvimento de nossa terra, desde que chegou aqui nunca mais nos abandonou, ele foi o melhor de todos os governadores,construiu o Amapá do futuro, era um governador que se preucupava com os pobres favelados pois foi o único a construir casas populares e entregar aos pobres sem nenhum custo, coisa que os outros depois dele nunca fizeram.
    descance em paz comandante Annibal Barcellos,o Amapá jamais será o mesmo sem você.

  • Vc vai, mas deixa um vazio q ñ pode ser preenchido.Tantas e inumeráveis obras deixou para um Estado que existia só em seus sonhos, e que de sonho virou realidade na força da determinação de um político abnegado.Incansável, trabalhador, idealizador, foram marcas indeléveis que deixou a todos nós.Nenhuma data poderia simbolizar melhor sua partida.Você deixa este plano para se eternizar na história deste povo tucuju.Tenho certeza que no lugar onde você estiver, sua consciência está satisfeita. O povo amapaense nunca esquecerá todo seu empenho em prol desta gente.Ele “efetivamente” viveu intensamente.Descanse em paz arauto. Homenagem da família Ferreira.

  • Comandante permanecerá vivo na história do Amapá! Vivo de maneira positiva, seu brilho é eterno! Muito triste, mas sei que descansará em paz! Papai do céu te recebe em sua morada. Até breve cmt.

  • Moro em Santana há 40 anos, e aqui não é diferente do resto do Estado. O Comandante sempre olhou com carinho pra nossa cidade. Grandes obras aqui foram construidas e que até hoje têm a marca daquele grande governo: ESCOLA JOANIRA, ESCOLA ALMIRANTE BARROSO, ESCOLA EVERALDO VASCONCELOS, ESCOLA RIBAMAR PESTANA, CENTRO SOCIAL URBANO (que tá abandonado), CENTRO AÇUCENA, ETC.

  • Morreu, virou santo…
    Aliás, lembrei de outra passagem do tempo que morei em Macapá e acho que muitos sabem dessa: Lá na casa do capiroto, no pacoval (onde o Camilo morava quando o pai era governador), tinha uma cadela, já bem velhina, que atendia pelo nome de “mariinha”.
    Se não censurarem o meu comentário, respondam os que a conheceram…rs…
    E por falar nisso, alguém sabe da esposa do comandante? Como ela anda?

  • Hoje,14 de agosto de 2011, nosso Estado do Amapá amanheceu de luto com a notícia do falecimento do melhor Governador que já tivemos, o eterno “comandante” ANNIBAL BARCELLOS. Homem público, caristático e administrador por excelência. Agradeço a Deus pelo privilégio de te-lo conhecido e convivido com minha família. Pessoas de sua estirpe são raras neste mundo. Que o Senhor Deus o receba no Reino da glória. Um autêntico torcedor do FLUMINENSE, o time de GUERREIROS. Hoje faleceu o GUERREIRO que superou o tempo e ingressou para a História!…

  • O que falar desse grande homem,observando o mundo politico de hoje podemos ver tantos políticos corruptos e sem compromisso com a sociedade,e com esse pensamento afirmo que o ‘COMANDANTE’foi o melhor governador do Amapá,pois foi quando nosso querido estado se desenvolveu de verdade,e tem mais faça um retrospectiva e veja o trabalho desses últimos 16 anos dos nosso governantes. Então veras a diferença… Me diga ai,quantos hospitais já foram construído ou reformado? e escolas? Quem sabe podemos afirmar “foi o comandante que fez!!!!!” Vá em paz meu querido comandante e obrigado pelo exemplo de vida que nos deixou! você com certeza conseguiu plantar um semente nos nossos corações e um dia sem duvida vai aparecer um governador digno de receber o respeito assim como você foi! Como militar o que posso dizer é… Muito Soldado você cumpriu sua missão! Efrain Salviano.

  • Falar que o segundo Mandato foi fraco é opinião sua, foi muito melhor que o governo Capi nos dois mandatos. Se não fosse pela idade o Comandante ainda figurava por cima da política. O grande número de admiradores e eleitores não era atóa e nem apenas pela carisma, era simplismente reconhecimento pelo que fez… Concordo que o mandato de prefeito já foi afetado pela idade, mas governo não. Barcellos foi o melhor governador que o Amapá já teve!

  • Sem pacionalidades… Todos que viveram nessa época sabem que os dois mandatos de Barcellos no Governo do Estado (tanto o mandato tampão e o eleito pelo voto) foram abastados de recursos fruto de sua relação com o Ministério do Interior, principalmente por sua relação com Mário Andreazza, assim como por ter uma bancada federal que era toda de sua base de apoio (com raros momentos de oposição significativa). Eram outros tempos onde ser fruto das relações com a ditadura rendia muitas vantagens. Na relação com a oposição era linha dura e com aliados fiés tinha a fama de ser generoso. Como gestor foi austero com o cumprimento de prazo de obras, porém passava imagem de centralizador mas pecou no segundo mandato (91-94) pela fragmentação do poder e relaxar por interferências excessivas de células de poder em seu governo, como no caso das ações do filho Sérgio Barcellos que contaminou o governo com imagem de truculência e autoritário. Sérgio era famosopor sempre manter uma tropa de choque para resolver probleminhas com desafetos (daí nasceu gente como Carumbé, Nadison e outros ogros que ainda andam por aí!). Tamanha falta de habilidade com a diversidade de opinião unificou a oposição o que resultou na vitória de Capi em 94. Penso que o grande erro de seus aliados foi convencê-lo a sair candidato a prefeito em 96, pois da mesma que ganhou nessa eleição ganharia em 98 o governo por conta de algumas lambanças do governo Capi, mas também com o resultado da gestão de Barcellos na Prefeitura Capi se reelege. Daí Barcellos entrou para o folclore político mesmo ainda com mandato de vereador em 2000(o mais votado de todos!). Mesmo sem atividade frequente no cenário ainda ajudou a eleger muita gente só pelo seu carisma e imagem (como no caso do neto Alexandre Barcellos). Dono de frases emblemáticas (Efetivamente… E por aí a fora!) nunca escondeu sua paixão pelo estado tanto que sempre permaneceu no Amapá e permanecerá mesmo após a morte (dizem que esse era seu desejo!).
    O comandante deixa um legado de obras, polêmicas e muitas crônicas atribuídas a sua forma de resolver as coisas, mas sobretudo a imagem de um grande visionário.
    Annibal Barcellos é apesar de tudo o mais amapaense de todos os cariocas. Teve ainda a chance de ver seu time do coração (Fluminense) ser campeão depois de anos de espera. Que esteja em paz!!

    • Não vivi à época do Comandante por aqui,mas já escutei muitas estórias(engraçadas) e histórias(feitos em prol do Amapá e seu povo), à respeito do mesmo e todas de muito bom ton.Dizem que ao levarem um contrato de uma senhora indicada p/assumir um emprego como professora,lhe disseram que a mesma não não sabia nem assinar o nome,dai o Comandante ordena que aposetem a tal senhora(rsrsrs),ri muito.Hj o Amapá está orfão,mas seus filhos orgulhosos de terem tido tão ilustre figura entre o povo amapaense.Um carioca da gema,naturalizado amapaense de coração.Aplausos p/o Sr. COMANDANTE.

  • Fiquei muito triste com a notícia da morte do Comandante Barcelos, pessoa maravilhosa, trabalhei por vários anos com ele quando Governador, sou muita agradecida por ter compartilhado de sua amizade. Descanse em PAZ, pois você merece está pertinho de Deus nosso Pai Eterno.

  • Hoje o Amapá está triste, parece que perdemos um ente querido. ANNIBAL BARCELLOS deixa um legado de amor por este rincão e para nós “amapaenses”, que ainda temos o vigor da juventude, possamos enautecer e reconhece-lo como o mais dos tucujus, filho por adoção e amado. “Eia homem destemido, que tua história de lealdade sempre teve um coração altaneiro. Amapá, hoje os teus filhos estão tristes, mas agradecidos por um futuro repleto de louros. Esse dia chegou, a morte o visitou e o levou, mas um dia iremos ver deste povo a porfia de Pelejar por um futuro melhor, pois somos povo herói, varonil, descendente da raça guerreira
    Ergue forte, leal, sobranceira”. Que teu esteja escrito no LIVRO DA VIDA ETERNA.

  • Sabe aquele lema da campanha do CAPI, FOI O CAPI QUEM FEZ? tudo foi o capi quem fez. TÁ ERRADO, o Amapá não foi o Capi quem fez foi o COMANDANTE BARCELLOS!Descansa em paz!

  • Lembro do COMANDANTE COM MUITO CARINHO E GRATIDÃO.Quando esse homem incansável chegou ao AMAPÁ ele conseguiu vislumbrar um futuro que para muitos era quase impossivel. O HOMEM QUE NÃO TEM GRATIDÃO NÃO TEM HONRA. QUE DEUS O RECEBA E O ABENÇOE.

  • Visionário é a melhor definição para pessoa do Comandante,idealizou um Estado e o estruturou,suas obras são reais e visíveis,como político pode ter cometido erros e ter feito alianças prejudiciais,mas nada que ofusque suas grandes realizações.Efetivamente alicerçou esta terra,construiu escolas,teatro,foi o que mais distribuiu casas populares etc.. etc…Por mais que seus opositores recalcados não queiram,não tem jeito,ele é e sempre será o político mais lembrado do Amapá,terra que fez questão de permanecer.Adeus Comandante,sempre mencionarei seu nome com orgulho e como exemplo a ser seguido.

  • Sou um funcionário publico que entrou atraves de concurso no governo do Comandante.
    Comandante Barcellos, o homem do boné azul nos deixa um legado de TRABALHO e sobretudo de FUTURO.
    Inumeras obras marcaram seus governos, enfim, um politico que honrou seus eleitores !
    Porém, nos deixou algumas “his(es)torias”, quem nao se lembra do “(…)contrata e apojjenta”…”vinte cinco”…”(…)efetivamente e por ai a fora” !
    Descanse em paz Comandante !

  • ESSE QUE ERA O UNICO E VERDADEIRO POLITICO! NESSA EPOCA OS POLITICOS SE PREOCUPAVAM COM O POVO, COMO O ESTADO, JA HOJE EM DIA, POLITICA JA VIROU FONTE DE RENDA, QUER GANHAR BEM, VIRA POLITICO, SEM FALAR QUE HOJE EM DIA OS POLITICOS SÓ QUEREM ROUBAR, ENCHER SEUS PORQUINHOS E BANANA PRA SOCIEDADE! DESCANCE EM PAZ, UNICO VERDADEIRO GOVERNADOR QUE NOSSO ESTADO JA TEVE!

  • Em nome dos militares da Turma-Iris-57 da EAMSC, transmito nossos pêsames aos familiares do Comandante ANIBAL BARCELLOS, que foi o nosso primeiro Chefe Militar ao receber-nos como filhos originários de diversos Estados do Brasil no ano de 1957,

  • O comandante fez muito por todos nos Amapaenses ele se foi mas deixou sua missão cumprida.Eu ainda com 23 anos de idade conheci o homem do boné azul sempre vi que ele era um homem do povo que ficava perto de nos sempre ajudando aquele que precisava sempre fez o bem sem olhar a quem. descance em paz comandante e saiba que estará pra sempre em nossas memorias deixa saudades eternas… ADEUS VOVÔ

  • Saiu do nosso meio um homem que escreveu a sua história com muito trabalho e dedicação ao Estado do Amapá, Vá comandante o grande mestre tem outra missão para você, fica aqui meu sudoso abraço á aquele que nunca será apagado da memória dos amapaences.

  • sou paraense e cheguei ao amapá em abril de 93, quando me deparei com as secretarias construidas pelo in memoria comandante annibal barcello. homem que deixou para o amapá uma historia de trabalho que Deus possa ter reservado para você um lugar muito especial

  • a historia do amapa se divide em duas partes,antes e depois de barcellos. adeus velho amigo de fe meu irmao camarada.

  • Conheci e fui seu subordinado no Navio Tr Barroso Pereira, da nossa Marinha de Guerra, quando marinheiro, digno Comandante a ser chamado pelo nome. Exemplo de trabalho e dedicacao ao trato das causas publicas. Realmente ele sempre amou com carinho especial este Estado do Amapa. Nao foi surpresa para mim seu empenho pessoal por essa terra que ele tanto amou, fui testemunha pessoal. A paz de Cristo para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *