Estudantes do SESI Amapá vão participar de torneio de robótica no Rio de Janeiro

 

Com a missão de desenhar, programar e construir um robô capaz de executar tarefas, guiado por controle remoto e também de forma autônoma, estudantes do Amapá vão participar do Festival SESI de Robótica. O evento organizado pelo Departamento Nacional será realizado no período de 15 a 17 de março, no Rio de Janeiro. A equipe é composta por seis alunos do Ensino Médio articulado à Educação Profissional (EBEP) do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).


Durante o Festival, Ana Pontes, Rafaela Fernandes, José Evaldo, Enzo Enrike, Luan Patrick e Jorge Alex, que compõem a equipe Marco Zero Enterprises vão competir no FIRST Tech Challenge (FTC). A disputa inédita de robótica estimula estudantes do ensino médio, com idade entre 12 e 18 anos a resolverem problemas de forma inovadora e divertida.

O FTC incentiva o desenvolvimento de habilidades como: comunicação, resolução de conflitos, tomada de decisões e raciocínio lógico, e inspira jovens a seguir carreira no ramo da ciência, tecnologia, engenharia e matemática. O cenário da competição consiste em uma nave espacial que caiu em um planeta. A partir disso, os robôs vão sair da nave e deverão garimpar minérios pelo local. Com os minérios, eles terão de voltar para suas naves. As equipes com maior pontuação vão avançando para as etapas finais.
Os pontos obtidos por meio dos robôs não são o único critério de avaliação. Serão realizados outros testes, como a própria construção do robô e a elaboração de um caderno de engenharia, contendo todas as ações que a equipe realizou ao longo do tempo. A equipe vencedora estará classificada para o First Tech Challenge mundial, que será realizado entre os dias 17 e 20 de abril, em Houston, nos EUA.
O professor de matemática e robótica do SESI, Edgar Isacksson, disse que 16 equipes de vários estados do país vão participar do desafio, mas que ele está confiante de que os amapaenses vão conquistar uma boa colocação. “Nossa expectativa é boa, pois nossos jovens são bem maduros e já têm participação em outras competições de robótica. O professor Danilo Ramalho e eu acompanharemos a turma, que está ansiosa por vivenciar essa experiência, ainda mais porque essa é a primeira vez que esse torneio acontecerá no Brasil”, explicou.
Para a estudante Ana Pontes, a competição vai estimular ainda mais o gosto que tem pela tecnologia. Para ela, o ensino adotado pelo SESI é fundamental para a participação da equipe na FTC. “Durante o ano letivo, temos o acesso à tecnologia e a diversos torneios de robótica e de programação. Nossa escola tem uma metodologia de ensino moderna, que colabora para o nosso crescimento pessoal e nos prepara para o futuro”, contou Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *