Os deputados federais Roberto Góes, Cabuçu Borges, Marcos Reátegui e Vinicius Gurgel, foram hostilizados na noite de ontem no aeroporto de Brasília.

Eles votaram a favor das reformas de Temer.