A partir do dia 19, você,  servidor público, pode voltar a se endividar com os empréstimos consignados.

Prodap encerra o cadastramento dos bancos e financeiras e implanta o novo sistema, desenvolvido pelos analistas do próprio órgão, em 2009.

O novo sistema não permite que os servidores se “argolem” além de 30% do salário em consignações. A segurança do sistema é por biometria. Menos mal.

E para não esquecer. Os empréstimos consignados deixaram um pequeno rombo de 74 milhões nas contas do estado, que estão sendo pagos por todos os contribuintes.

Governo anterior recolheu o pagamento dos salários dos servidores e deu calote nas financeiras. Não pagou.

São 74 milhões que deixarão de ser investidos em outras áreas.

Jesus, toma conta!