Do G1 Amapá

“Então, sim, nós vamos”, foram com essas palavras que o senador João Capiberibe iniciou sua fala no evento ocorrido na noite desta sexta-feira, 23, na sede do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e diante da militância e simpatizantes do partido anunciou sua pré-candidatura ao Governo do Amapá. A reuniu ocorreu em virtude de que nos últimos 15 dias foram realizadas consultas abertas, reais e virtuais, para que a população dissesse qual caminho ele deveria seguir nas eleições deste ano.

“Quando nos reunimos e foi sugerida a consulta, acertamos um compromisso de que qualquer que fosse o resultado nós acataríamos. Mas, vamos juntos. Essa decisão não é minha, é nossa e agora vamos construir uma candidatura, tendo como base o coletivo e a reconstrução desse Estado. Vamos criar uma nova política, que aproxima o cidadão do poder público e ser exemplo para o Brasil. Agora, não posso pedir que vocês continuem acreditando nos políticos, mas posso pedir que cada um e cada uma acredite em sim mesmo e no seu poder de transformação, porque só é possível reconstruir esse Estado com a união de todos”.

Deputada federal Janete, que participou do evento que ocorreu na sede do PSB, no Laguinho, disse que segunda ou terça-feira desta semana, a Câmara Federal deverá votar e aprovar a Lei da Gestão Compartilhada que vai se juntar a Lei da Transparência. “Então teremos dois instrumentos de combate à corrupção. Por tudo isso, o PSB nacional quer que Capi continue no Senado Federal, mas as consultas populares mostraram um outro caminho. A população está sem políticas públicas, abandonada. Seus direitos básicos, como cidadãos foram tirados. Então, Capi não podia fugir deste desafio”, pontou Janete.

O Secretário estadual da Juventude do PT, Jadroelson Oliveira, lembrou que quando o PT precisou do PSB no apoio a Lula, na luta pela democracia, Capi e Janete estavam lá. “Por isso, não posso me furtar de defender do que eu acho certo, que é eleger Capi governador do Amapá”, declarou.

Ex-governador Camilo destacou que o atual governo congelou reajuste salarial, demitiu vigilantes, sucateou nossas escolas, acabou com o Renda para Viver Melhor e desmentiu os boatos feitos na imprensa de que o PSB poderia sentar à mesa com o PDT. “Isso é possível. Esse governante massacrou a população desse Estado. Não podemos apoiar quem está do lado do Temer, que está prejudicando milhões de brasileiros. E nesse contexto foi que surgiu a necessidade de se fazer uma consulta para ouvir o povo. E o povo disse que quer Capi governador. Querem isolar o PSB, mas o PSB jamais ficará sozinho porque tem o apoio da população”.

A partir da confirmação da pré-candidatura de Capiberibe, o partido ficou de realizar reuniões com os núcleos de base e todos os segmentos da sociedade para estabelecer metas e dar início a um plano de governo, onde a sociedade possa ter participação ativa por meio da Gestão Compartilhada.