Fui ler o Diário Oficial dos primeiros dias de governo e fiquei assustada. Sabia que a máquina estava irresponsavelmente inchada, mas não imaginava que era tanto.

Eram muitos cargos, pessoal. Um verdadeiro cabidão. Certeza que uma parte realmente trabalhava duro, mas também de que boa parte não dava retorno ao estado. A quantidade de cargos no Palácio, por exemplo, era muito acima até do que o espaço físico comporta.

Isso eu fazendo uma análise absolutamente superficial.

#Oremos