Bloco Pererê faz 48 anos e começa as domingueiras de carnaval hoje, na orla

BLOCO PERERÊ COMEMORA 48 ANOS COM AS DOMINGUEIRAS DO SACI NA ORLA

Bloco Pererê comemora 48 anos de criação com o retorno das “Domingueiras do Saci”, e faz chamada geral para brincantes e simpatizantes, que curtem um carnaval de rua, tradicional, com trio elétrico tocando marchinhas de carnaval, sambas de enredo e axé. Esse ano, os eventos do bloco acontecem na orla de Macapá, os sacis vão surfar nas ondas do rio Amazonas.

De toca nova, a casa do Pererê 2020 fica próximo a rotatória do bairro Santa Inês. Local foi preparado pra receber com segurança e conforto os sacis de ontem e de hoje, com suas famílias e amigos.
A programação das “Domingueiras do Saci” começam a partir das 11h, e irão acontecer nos domingos, 12, 19 e 26 de janeiro. Em fevereiro, o esquenta será nos domingos 02, 09, 16 e 23. Tudo regado com alegria, distração, irreverência e paz no coração. Hoje, a comissão que dirige o bloco, está focada em proporcionar encontros e reencontros de amigos e família. Haverá venda de abadás, churrasquinhos e bebidas,

A proposta do Pererê na Orla, além da diversão em pular o carnaval, também é de retomar um dos propósitos que levou o grupo de amigos a criar o bloco, que é contribuir com a sociedade, realizando ações solidárias. O Pererê é parceiro de várias associações, entre elas a dos amigos dos autistas.

*Como surgiu o Bloco Pererê

“A Associação Recreativa Carnavalesca Bloco Saci Pererê foi fundado em 10 de Janeiro de 1972.
O Pererê é considerado o primeiro bloco de rua organizado de Macapá. Surgiu de um grupo de
amigos que juntamente com outros estudantes universitários da década de 70, que vinham de férias para Macapá.

Nessa época, só havia a “Banda” e as Escolas de Samba fazendo o Carnaval de rua. Foi então que surgiu a ideia de se organizar um bloco a fim de participar do período momesco. Foi utilizado uma corda para maior segurança de seus brincantes, e a rua foi o limite. Adotou-se as cores: preto, vermelho e branco e como fantasias o Sarongue. Saíram pela primeira vez de rostos pintados em homenagem ao grupo Secos & Molhados, reverenciando ao movimento musical Tropicália.

Convidado por vários clubes sociais da cidade para animar os bailes de fantasias como: Circulo Militar, Esporte Clube Macapá; Santana Esporte Clube e outros, por ser um bloco bastante alegre, animado e irreverente. Hoje a maioria desses jovens, são competentes profissionais que desenvolvem suas atividades.

O Bloco Saci Pererê, se destaca pela Organização, Coordenação e Segurança dos seus brincantes e dirigentes, que tem mostrado a sociedade que é possível
unir a tradição do carnaval com responsabilidade e harmonia”.(Sidney Peixinho)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *